Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O migrante entrega 250 mil euros ao Estado português a fundo perdido, em troca de uma autorização de residência. (Executive)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45

Casa para todos

por cheia, em 18.12.23

Natal

Dias de solidariedade

Para as crianças, de muita ansiedade

Esperam prendas de muita amizade

Tão importantes para os de tenra idade

Casas sem chaminé, na cidade

Não há onde colocar o sapatinho

Nem espaço para o Pai Natal descer

Assim, as crianças vão, mais cedo, ficar a saber

Que não é o Pai Natal, que traz as prendas

Senhores arquitetos tenham em atenção esta questão

Não aceitem desenhos, que não tenham uma bonita habitação

Com todas as condições de habitabilidade

Onde possamos receber a visita do Pai Natal

Uma habitação com todas as comodidades

Onde possam viver pessoas de todas as idades

Sei que é pedir muito, tanto aos arquitetos, como ao Pai Natal

Mas, não podemos ser pobres a pedir

O meu pedido ao Pai Natal, para este ano é : casa para todos

Acho que não é pedir de mais, há quem tenha duas, três ou mais

Estamos, num país muito solidário

Portanto, vamos lá reduzir as desigualdades

Diminuir a pobreza, que está em quase cinquenta por cento

Devia de nos envergonhar

Mas praticamos a caridade

 Como se isso nos desculpasse

Mas, não! Fico revoltado, quando oiço um rapaz, que se esforçou, para tirar um curso, conseguiu entrar para o Instituto Superior Técnico, em Lisboa.

Mas, infelizmente, não chegou a matricular-se, porque os pais não podiam, o quarto, pagar.

Feliz natal e próspero Ano Novo.

José Silva Costa  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54

Números!

por cheia, em 13.07.20

O Sol

 

 

Chegou o calor, para aquecer os corações

Vamos aproveitar este Verão

Que, por ser diferente, não é menos atraente

Vamos aproveitar as férias e viver o presente

Não podemos abraçar toda a gente!

Vamos manter o distanciamento

Para ajudar quem não pode ir de férias

Por estar na linha da frente

A combater o vírus ou os incêndios

Merece todo o nosso reconhecimento

Pelo, desumano, esforço

Que será menos penoso

Se todos colaborarmos

Fazendo com que o Verão seja menos trabalhoso

Esta dolorosa situação

Tem de ser combatida com solidariedade

Quer estejamos no campo ou na cidade

Sejamos jovens ou de mais idade

Para que todos sintam que contam

Não para um número!

Mas para uma família

A Família Portuguesa.

 

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:47

Os ditadores

por cheia, em 14.10.19

As duas mil e uma Nações!

 

Neste outono seco

Animais e plantas, sedentos

Só sopram maus ventos

As guerras e os seus movimentos

Consomem todos os momentos

Toldam o brilho dos pensamentos

Morrem sem alimentos

As balas furam os monumentos

Os muros correm lentos

As crianças espantam os bombardeamentos

Os ditadores discursam nos Parlamentos

Exaltam os patriotismos bafientos

Os omófagos aplaudem os seus sentimentos

Quem é que compreende estes tentos!

O hospital foi o alvo do bombardeamento

Ninguém ficou lá dentro!

Os egoísmos dos unilateralismos, dos independentismos

Basta um louco para incendiar um povo

É pena que não adiram, com a mesma emoção, às bandeiras da igualdade, fraternidade, solidariedade

Cada quintal com a sua bandeira e a sua fanfarra

Quem é que não quer ser Presidente, seja do que for!

Não fomentem mais guerras

E, se se abraçassem, sem olhar a cores, seja onde for!

José Silva Costa

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:09


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D