Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A vida

por cheia, em 19.06.23

O valor da vida

 

Nascer, numa terra pobre

Sempre em guerra civil

Confrontos entre religiões

Todos os dias confusões

Disputas por botões de marfim ou cetim

A incerteza das expectativas

A fome, o choro dos filhos a pedirem pão

A tristeza de ver a morte, todos os dias

Fez com que procurássemos onde fosse possível viver

Tantos quilómetros para percorrer

Um mar largo e fundo

Uma traineira sem lotação

Transformada num enorme caixão

Mulheres e crianças fechadas no porão

Os que nos podiam dar a mão

Deram-nos um empurrão

Choraram lágrimas de crocodilo

Decretaram dias de luto

Como se isso ressuscitasse mais de meio milhar de vidas

Há vidas que não têm valor nenhum

Enquanto outras têm o valor da vida

Ninguém se indignou

Fosse outra, ainda que só uma, a vida perdida

Toda a Europa, ou todo o mundo, se teria indignado

É tão triste nascer no sítio errado!

Por todos ser escorraçado

Não esperávamos que fossemos desejados

Mas que, ao menos, fossemos tolerados

Só queríamos viver!

Dar aos nossos filhos: pão, paz, educação, habitação

Mas, quis a má sorte que encontrássemos a morte

E o fundo do mar, como caixão

 

José Silva Costa 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Padrinhos

por cheia, em 28.06.19

Padrinhos

 

A propósito, dos Ditos e Ditados Populares @ IX, que a Miluem, partilha, no Miluem.Blogs.Sapo.pt, lembrei-me de partilhar um, muito ouvido, na minha terra, quando uma pessoa recebe benefícios de outra, de hierarquia superior, na escala das classes sociais, que é: “quem tem padrinhos não morre mouro”

Não sei a origem! Mas, suponho que terá a ver com a Reconquista Cristã, fazendo com que alguns árabes procurassem converter-se ao Cristianismo. E. para isso, teriam de ter padrinhos.

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D