Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mar morto

por cheia, em 13.03.23

Mar morto

Oh bonita e formosa Europa!

Os teus nem sempre te dão o teu devido valor

Mas não falta quem queira em ti viver

Arriscam tudo, sujeitam-se até a morrer

Metem-se em pequenos barcos para em ti entrar

Nada os faz parar, querem encontrar onde sonhar

Muitos têm pago com a vida o sonho de viver

O teu mar tornou-se num grande cemitério

Mas quem foge da fome, da guerra, de nada tem medo

A vida de quem tem sonhos é um grande enredo

Não pode toda a vida esperar, mais tarde ou mais cedo

Faz-se ao mar, semeia todas as esperanças, para colher os sonhos

Nem todos os querem acolher, mas não os podemos deixar no mar morrer

Melhor seria que pudessem viver onde nasceram

Mas, para isso era preciso que houvesse equilíbrio entre pobres e ricos

Cooperação, solidariedade, menos vaidade, desperdiço e mais humanidade

Ninguém é feliz rodeado de esfomeados, maltratados, explorados

Para muitos a vida é feita de muitos riscos

Outros só conhecem o paraíso

Infelizmente, os donos do Mundo estão, de novo, em grande competição, para encontrarem o vencedor

Até o vencedor ser encontrado, vão matando, a-torto-e-a-direito, sem dó nem piedade

Acima de tudo está o seu poder e a sua vaidade.

José Silva Costa

 

 

 

  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54

Mulher

por cheia, em 08.03.23

Dia Internacional da Mulher

 

Mulheres, flores delicadas, perfumadas

O seu sonho é serem desejadas, amadas, respeitadas

Se possível, também, serem admiradas, reconhecidas

Ombrearem com os homens em todos os patamares

Sem inferioridade nem superioridade

Num ambiente saudável e de igualdade

Entre homens e mulheres, meninas e meninos, rapazes e raparigas

Na divisão do trabalho dentro de casa

Para que todos tenham mais tempo para comtemplar a lua

Mais tempo para sorrir, brincar, dormir e ver quem passa na rua

Tudo bem repartido, dividido, bem conversado e participado

Na harmonia de que todos somos capazes, úteis e eficazes

Cada um com as suas habilidades, dificuldades, ansiedades

A vida não tem de ser a azia, que nos acompanha ao longo do dia

Se mulheres e homens contribuírem para horas e dias mais felizes

O mundo poderá um dia ser mais bonito e colorido

Será difícil fazer dele um paraíso!

Mas, se a maioria tiver bom coração e juízo

Poderão evitar que caíamos no precipício

Por não sabermos ou nos termos esquecido

O que levou à criação das Nações Unidas

Voltámos a gastar mais dinheiro em armas

Dinheiro que nos faz tanta falta, para coisas melhores, para todos nós

Estávamos fartos de estar bem!

Voltámos a cair na tentação de eleger ditadores.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:51

Bem-vindo 2023!

por cheia, em 02.01.23

Bem-vindo 2023!

 

 

Todos os anos é isto!

Nasce radiante, perfeito, formoso

Recebido com alegria e euforia

Fogo-de-artifício e champanhe

Mais ninguém tem uma receção assim

Em todo o Mundo, fazes os corações bater fundo

Vestem-se a rigor para te receberem com todo o esplendor

Todos esperam que sejas bom e próspero

Mas, passada a euforia, volta tudo ao que era no outro dia

Ninguém sabe como te vais portar

Não depende só de ti o bom ou mau comportamento

Os teus colaboradores também têm o dever de te ajudar

A começar pela Natureza, que pode criar a maior calamidade ou a maior beleza

As mulheres e os homens também têm as suas culpas, no que de bom ou mau acontece

Se todos conseguissem chegar a acordo, o Mundo seria um paraíso

Mas, para isso seria preciso que alguns tivessem mais juízo

E, não nos impusessem tantos horrores e prejuízo

Vale-nos a primeira noite, como se fosse de núpcias, cheia de alegria, sonhos e votos de bom

 ano

Depois começam as agruras: o aumento do custo de vida, as mesmas guerras, ou pior, mais guerras, pandemia, destruição e dor, muito horror, gente conformada, que não faz nada

Quando chegares ao fim, voltaremos a receber o teu substituto, com muita alegria e esperança de que seja melhor, é isso que nos faz correr, acreditar que o dia seguinte será melhor, fazendo com que todos os dias nos levantemos com força para enfrentar um novo dia, que esperamos traga tudo de bom.

 

Um Feliz e Próspero 2023 para todas e todos.

José Silva Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Prendas

por cheia, em 20.12.21

Prendas!

 

O natal é um época de amor e fraternidade

Todos desejamos uns aos outros: bom Natal, bom ano novo

Mas, a pouco-e-pouco, devido aos excessos, tornou-se num tempo de muita angústia

A publicidade criou-nos, desnecessários, consumos

Muitas pessoas não têm possibilidades de acompanhar este consumismo

A troca de prendas tornou-se obrigatória

Sem que ninguém tenha coragem de dizer que o espírito natalício não é esse

Infelizmente, já há muitos anos, assisti ao desespero de uma Senhora

Que não conseguia conciliar o número da lista de prendas com o dinheiro disponível

Passámos quase uma hora, no comboio, lado a lado, e eu não consegui ficar indiferente ao seu sofrimento

Muitas vezes, para atulharmos as casas de coisas inúteis, para acumularem pó 

Como é que se passou de oito a oitenta?

Antigamente não havia, ou eu não tinha conhecimento desta loucura de “enterrarem” as crianças em prendas

Não têm espaço, nem tempo para respirarem, não dão valor ao que lhes é oferecido

Estamos a dar-lhes um mau exemplo, dando-lhes a entender que vivem num paraíso

Que podemos continuar a viver neste desperdício de usar e deitar fora

Uma grande contradição com o que defendemos: a sustentabilidade do planeta, dizendo que temos de reduzir, reciclar, reutilizar

Temos o dever de dar o exemplo, aos nossos filhos e netos, na utilização dos recursos, para que estejam preparados para a mudança que está em curso, cujos efeitos ninguém sabe

Podemos ter um bom Natal, sem ser preciso estragar o que mais tarde nos pode fazer falta.

Um feliz Natal, para todos, com saúde e amor.

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D