Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mértola

por cheia, em 13.11.16

Mértola

Mértola, princesa do Guadiana

Debruçada na varanda: a Praça Municipal, um local privilegiado para admirar o rio

E ver a outra banda a banhar-se na bela e luxuriante praia fluvial

Feita de arame de cobre, da mina de São Domingos

Orgulha-se dos diversos povos, que a esculpiram

Tornando-a numa vila museu

Ali se pode ler e aprender

O curso de milhões de anos de história

Foi muito importante o seu porto fluvial

Por onde passou muita mercadoria e tanto cereal!

Na sua antiga mesquita podemos observar as marcas dos séculos

Das diversas religiões, que nunca deram as mãos

Como são diferentes, as muitas comunhões!

Hoje, devido à sua beleza e ao seu passado

Atrai gente de todo o lado

Interessada em, o seu rico espólio, conseguir decifrar

Dando-lhe muito prazer, ver e compreender

Os vários milénios, decalcados em segredo

Num espaço tão especial: um presépio da natureza!

Onde, em cada dia, cada civilização foi pintando o seu quadro

Todos expostos, lado a lado, num museu universal

Para o Alentejo, ao mundo, mostrar.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D