Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Lua

por cheia, em 04.12.23

Lua

Em noite de Lua-cheia

Minha Lua namoradeira

Está ainda mais bela, aqui á minha beira

Estás linda com esse teu encanto, estás inteira

Os teus olhos castanhos de moira encantada são a minha cegueira

Sobre esses teus ombros de alabastro cai a tua linda cabeleira

Com toda essa magia, como gostava de te ver de perto, um dia

Sempre foste arisca, dizes que queres continuar solteira

Todos os dias te namoro, mesmo que o tempo não queira

O amor é assim, pode não ser correspondido, mas não desisto de nenhuma maneira

Pelo menos de noite és minha, todos os dias dormes á minha cabeceira

Deito-te a meu lado, agarro-me a ti e durmo a noite inteira

Só que de manhã, quando me queria despedir de ti, já lá não estás

A noite é que faz com que sejas a minha eterna companheira

Não há mais nada que tanto me prenda, senão essa tua secular atração 

Tu és sonho, fogo, volúpia, encantamento, firmamento, não vivo sem o teu encantamento

Os teus rubros lábios queria beijar, mas tu desapareces no exato momento em que te vou agarrar

Não paras de me encantar, minha bonita feiticeira

Prendes-me sem muros nem grades, apenas com olhares de brincadeira

Como se fosses uma jovem noiva passando as pedras da ribeira

Correndo de um lado para o outro envolta numa nuvem ligeira

Procuro apanhar-te mas tu esquivas-te e foges lampeira.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:56

A noite

por cheia, em 27.11.23

A noite

Há noite há magia

Há noite os sonhos

Pintam alegria

A noite pare o dia

Há noite há um farol

A iluminar o mar

O marinheiro sonda o luar

Não vá o barco encalhar

Quer a lua namorar

O mar também a quer conquistar

Ela não sabe quem escolher

A quem namoro aceitar

Os dois gostava de a encantar

Vai continuar para todos sorrir

Sem ter de decidir

 O sorriso não pode dividir

Com todos vai continuar a dormir

A todos inspirar

Sozinha se vai deitar

Sem ter com que se agasalhar

Tantos séculos magia a espalhar

Tantos poetas a enganar

Dizendo que é sua musa

Muitos continuam a esperar

Que as metáforas rompam o ar

Que os seus versos façam o mundo parar

Que a paz possa chegar

Que o ar se possa respirar.

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:10

Ilusões

por cheia, em 03.07.23

O Ilusionista

 

Este mês vamos receber mais dinheiro! Não, não houve aumentos de ordenados nem baixa de impostos, porque isso mexia nos cofres do Estado

Com um passo de magia, o ilusionista mexeu nos escalões do IRS, para nos causar a ilusão de  que ganhamos mais

Em vez de tomar medidas de fundo, para reduzir as desigualdades, vai dando esmolas

125€+50, por cada filho, mais de duzentos mil não receberam nada, por não terem IBAN

Meia pensão para todos os reformados, com algumas exceções, sejam qual forem os valores das pensões, porque os reformados não podem ser beliscados, são a sua maior base de apoio

Uma contribuição para aumentar a inflação e o fosso entre pobres e ricos

Os agricultores também foram contemplados, exigindo-lhes que se candidatassem pela internet, como muitos não dominam essa tecnologia, alguns desistiram, iam pagar, a quem lhes fizesse esse trabalho, mais do que aquilo que receberiam

A Ministra da Agricultura disse que 5.000 ainda não receberam as ajudas, porque ainda não atualizaram o IBAN

Gostava de lhe perguntar como é que se atualiza uma coisa que não existe

O mesmo está a acontecer com alguns inquilinos, que também não têm IBAN

A lei das ajudas aos inquilinos não passou no Ministério das Finanças, que a regulamentou, retirando-lhe o essencial, não passou de mais uma ilusão!

Para os mais carenciados 30€ por mês, pagos de tês em três meses, mas têm de ter IBAN

Quase metade das Freguesias, 1.300, não têm um terminal multibanco, no litoral e nas grandes cidades temos um, em cada esquina

Não basta criar o Ministério da Coesão, é preciso fazer leis, para que não haja cidadãos de primeira e de segunda

Não aprova medidas estruturais, apenas, umas pequenas esmolas, porque para o ano há eleições

Diz que a inflação em Portugal está no dobro da de Espanha, porque em Portugal começou a subir mais tarde

Não admite que a causa está na falta de políticas adequadas, nas suas políticas erradas

Com um ilusionista, com maioria absoluta, bem podemos barafustar, que ele não sai da sua arrogância.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Bem-Vindo 2022!

por cheia, em 30.12.21

2022!

 

 

Vais chegar formoso

Vamos-te receber com alegria

Na esperança de um novo dia

Para quebrar a vida vazia

Destes dois anos de pandemia

Acreditamos que tragas a magia

De uma nova sabedoria

Para continuarmos a enfrentar o dia-a-dia

Com a esperança de quem acredita

Que a vida é bela e que vale a pena lutar por ela

 Há mais uma esperança amarela!

A variante Ómicron parece não ser tão letal

Os cientistas já dizem que o SARS-CoV-2 se tornou numa doença sazonal

Do menos o mal, terá sido um presente de Natal?

Acredito tanto em ti, meu Ano Novo!

Acho que vais ser muito amigo do povo

Só espero que não me desiludas

Em ti, estou muito esperançado

Oxalá não esteja enganado!

 

 

 

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59

Feliz Natal

por cheia, em 23.12.19

Natal

O dia está a chegar

As famílias vão festejar

As crianças, por fim, vão sossegar

Com as prendas vão sonhar

O Natal é o coração a falar

Com crianças a sonhar

Com uma noite de ternura

Cheia de alegria!

A desembrulharem a magia

Para quem há muito não dormia

Sempre à espera do Pai Natal

Como se a noite de Natal fosse o único dia

Para disfrutar todo o ano num só dia

Não há outro que consiga tanta harmonia

Com toda a família por companhia

Todos a reverem-se nas crianças

Lembrando-lhes a infância

Não há palavras para descrever a noite da consoada

Uma noite que nos lembra quem já partiu

Mesmo que os seus lugares estejam vazios

Os nossos corações estão cheios

Porque estarão sempre connosco.

Feliz Natal

José Silva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D