Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Crise

por cheia, em 11.09.19

Novembro de 2008

Minha quarta sinfonia

Nos teus olhos toda a magia

Quatro Primaveras, num Universo sem harmonia

Meu hino à alegria

Contigo o século XXI marcou a sua entrada

A palavra crise é a mais pronunciada

Tudo são incertezas, ninguém sabe nada

Uma nova ordem tem de ser inventada

Do muito fizeram nada

A situação é desesperada

A incerteza precisa ser ajudada.

O teu sorriso é promessa de futuro

O teu olhar é o paraíso                  

Quando abres essas duas estrelas

Toda a humanidade é tocada

A Terra toda irradiada

E a humanidade hipnotizada

Minha flor encantada.

 

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25

A amizade

por cheia, em 26.05.19

Maio

Maio, mês do sol, das flores, dos fins de tarde encantadores!

Das cerejas rubras e deliciosas, como os beijos

Do desejo de te beijar, como se cerejas estivesse a provar

Os teus lábios são romãs, com cerejas a namorar, que gosto de saborear

Vamos aproveitar este sol de Maio, para nos embalar

Não há mês como este para nos levar ao altar

Quem me dera que todo o ano fosse Maio

Passar todo o tempo no sorriso do teu encanto

Sem chuva, sem frio, sem vento

Só com o sol a brilhar nos teus olhos e o corpo a saber a mar

Na praia, no campo, no meio das flores, a sonhar

Com futuros, sem muros, sem guerras, sem fomes, sem pobres

Talvez sejam só visões, mas seria tão bom viver na ilusão

Sem saber da realidade, dura e crua

Abraçar um desejo, um sonho, um amanhecer diferente

Onde a humanidade pudesse estar toda abraçada por uma causa

A amizade!

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Nosso drama

por cheia, em 20.04.19

Nosso drama

 

Por todo o lado

Em todos os Continentes

Avalanchas de gentes

Fogem das guerras e da fome

Nada as detêm

Nem fronteiras, nem barreiras

Nações são asneiras

A fome não reconhece bandeiras

Os políticos não têm fome

Ameaçam os emigrantes de morte

Não querem saber da sua sorte

Quem tem poder julga-se forte

Recorre a tudo, ameaça com o corte

De fronteiras, de negócios, de ajudas

Mas, as mães pelos filhos fazem tudo!

Viram o Mundo, se preciso for

Sem medo, nem terror

Porque eles são o seu maior valor

Perdê-los é a sua maior dor.

 

 

José Silva Costa

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

As emoções!

por cheia, em 24.08.18

Desespero

 

 

Fogem de tudo: da fome, da guerra, das ditaduras, dos abusos

Percorrem um Continente, descalços, rotos, esfomeados

Arriscam a vida para conseguirem concretizar o sonho

Entrarem na mais cobiçada menina: A Europa

Tentam-no por todos os meios: Terra, Mar, Ar

Há poucos dias, cem jovens conseguiram-no

Saltaram a vedação de Ceuta!

A sangrarem de pernas e braços choravam e saltavam de contentes

Como é que há gente, que recuse ajudar esta gente?

A nossa Pátria é onde formos felizes

Seja bem-vindo, quem vier por bem.

 

José Ilva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

88 milhões de toneladas

por cheia, em 17.01.17

Por alguma razão a Europa está sob tanta pressão

Todos querem entrar na nossa mansão

E têm muita razão

Deitamos fora, o que muitos não terão: comida

Desperdiçamos oitenta e oito milhões de toneladas de alimentos

Todos os anos

Estragar alimentos é um crime!

Porque muita gente morre de fome

E, a fome é horrível

Por isso, todos devemos evitar desperdiçar

O que outros gostariam de saborear.

 

 

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:34


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D