Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As Mães!

por cheia, em 02.10.19

As Mães!

Tanta gente preocupada com a falta de nascimentos!

Mas, ninguém preocupado com a falta de creches!

Hoje, ao contrário do que aconteceu noutros séculos

Quase todas as mulheres para além de trabalharem em casa, tem necessidade de ter um, ou mais empregos

E, ainda, por cima, algumas ficam, sozinhas, com os filhos nos braços

Porque são quase sempre elas que ficam com a guarda dor filhos, quando o casal se desentende

Não tendo nenhum familiar a quem os deixar, uma ama ou creche, têm de procurar

Como o Estado não assegura creches, para todos, ao privado têm de recorrer

Na Amadora, às portas de Lisboa, mais uma creche, ilegal, foi fechada

As mães disseram que sabiam que a creche era ilegal, mas não têm alternativa

A creche funcionava das 5 às 23 horas!

Há senhoras que começam a trabalhar muito cedo, principalmente nas limpezas!

Uma das mães disse que tinha de ter dois empregos, para poder sobreviver!

Este é o drama de um país pobre, que sonha ser rico

Que desbarata o dinheiro em coisas inúteis

Não tendo como prioridade as infraestruturas

Ainda temos dois dias, para questionar os partidos, que querem os nossos votos, para sabermos o que pensam sobre estes problemas, que tanto preocupam os pais!

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52

Vamos votar!

por cheia, em 20.05.19

Vamos votar

Não compreendo o desinteresse

Que tantos eleitores demonstram

Pelo direito de escolherem os seus representantes

Seja para o Parlamento Europeu, Assembleia da República, Autarquias, Presidente da República!

Porque é um direito, que foi conquistado, com muitas lutas e mortes

Só depois de1974 é que o direito de voto se tornou universal

É triste ver, como muitos desperdiçam, um direito, do destino, escolher

Mas têm de perceber que o destino vai ser conduzido

Por quem, no Parlamento, uma maioria, obtiver

Podem arranjar as desculpas que quiserem, para não irem votar!

Mas nenhuma é válida!

Como é que podemos responsabilizar os governantes, por isto ou por aquilo

Se formos nós, os primeiros a não cumprirmos com o nosso dever!

Portanto, não nos podemos desresponsabilizar, escudando-nos com o não cumprimento dos outros

O que os governantes, deputados, presidentes fazem ou não fazem é da sua responsabilidade

Em cada ato eleitoral, temos o poder nas nossas mãos

Se prescindirmos dele, não contribuiremos para a escolha dos nossos representantes

Cada um que faltar, é menos um voto a contar, para uma solução participada

Portanto, amigas e amigos, para um futuro melhor

Todos temos a obrigação de participar

Uma boa semana, para todos

Mas, no Domingo, não se esqueçam de ir votar.

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22

Ilusões

por cheia, em 26.02.19

Ano de eleições

Vender ilusões

Traz perturbações

Toda a gente quer melhores condições

Mas, os cofres estão vazios e sem tostões

Em ano e eleições

Os Governantes costumam ceder a todas as tentações

Nesta legislatura houve muitas promoções

Acreditaram que a bolsa não tinha cordões

Quem manda nas finanças tem outras ambições

Ganhar barras de ouro, apertando bem os cordões

E, o veículo utilizado são as cativações

Fazendo brilhar, Portugal, entre as nações

Há muitas contradições

Um tenta enganar a todos, para ganhar as eleições

Mas, o outro utiliza todos os travões

Até Outubro estão garantidas as emoções

Todos exigem que este seja o ano de todas as resoluções

Haja, ou não provisões!

O futuro é incerto e pode não comtemplar ambições

Sejamos razoáveis e privilegiemos as uniões

A liberdade mobiliza multidões.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:18


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D