Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O futuro é hoje (6)

por cheia, em 11.11.21

O futuro é hoje (6)

 

A Adelaide está, cada vez, mais preocupada com o aumento dos preços

Não se conforma com o facto de terem feito tanto alarido por causa do aumento dos combustíveis. Mas ninguém diz nada sobre o aumento de tudo o resto, à boleia do aumento dos combustíveis

Já se fala que a roupa pode subir cinquenta por cento.  É verdade que a roupa deve estar muito barata, para colocarem contentores, em todo o lado, para recolha de roupa usada!

Numa altura em que vamos ser inundados de dinheiro, faltam-nos os obreiros para executarem os projetos, andamos, sempre, em contra mão!

Há falta de trabalhadores na construção civil, na indústria mobiliária, na agricultura, nas pescas, no ensino, na hotelaria, parece que, afinal, há falta de trabalhadores em todo o lado

Os hoteleiros querem trabalhadores cabo-verdianos e filipinos, já devem conhecer o seu valor!

Mais tarde ou mais cedo, o problema da Europa envelhecida, em que os, poucos, jovens não têm tempo para ter filhos, tinha que dar nisto

Enquanto o país se debate com todos este problemas, os políticos resolveram empurrar-nos para eleições, sabendo que dias negros estão a chegar

Por isso, esta é a melhor altura, para tentar concretizar a ambição de uma maioria absoluta, sendo que se perder, já avisou que se vai embora, o contrário do que fez em 2015, mesmo tendo perdido, agarrou o poder com as duas mãos

Agora, com a ameaça das nuvens negras, sem a cola que os uniu há seis anos, divorciados, não admira, que se não ganhar, se vá embora, porque governar em tempo de crise, não é para todos

Quanto aos que aspiram, ao poder, chegar, não dão garantias de melhor o exercer, têm passado os dias a gladiar-se, por causa de um diferendo, de meia dúzia de dias, na data da marcação das eleições internas, para saberem quem é o candidato a primeiro-ministro, ao ponto de terem tido de chamar a polícia, à sede do Partido.

 

Continua

 

José Silva Costa

 

 

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59

Ai o Natal

por cheia, em 07.01.21

Fiquem em casa

Aproxima-se o Natal

Um Natal em casa fechado

Por todo o Mundo, o confinamento é recomendado

Na Europa fecham-se fronteiras, proíbem-se voos

As infeções aumentam por todo o lado

Os mortos não param de aumentar

Os Governantes estão alarmados

Não sabem o que fazer

Com receio de perderem votos

Não proibiram as deslocações

Pedem às famílias para não se reunirem

Para abrirem portas e janelas, mesmo que esteja um frio de rachar

Para só tirarem as máscaras, para comerem

Para ficarem pouco tempo à mesa

Ao que isto chega!

Para manterem as distâncias

Enviam mensagens para os telemóveis

Rezam para que tudo corra bem

Na passagem de ano, puxão o travão de mão

Só espero que não seja tudo em vão

Acatem as recomendações

 Feliz Natal, para todos!

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59

Políticos

por cheia, em 13.05.20

Pretextos!

 

Como Costa teve o apoio de Marcelo, para se verem livres de Centeno

Quem é que quer um Ministro das Finanças, que abra as portas ao FMI!

O vírus já tinha acabado com o trunfo das contas certas

Agora, o que interessa é reeleger Marcelo e Costa ter uma maioria absoluta

Como Centeno é um Ministro, considerado, muito competente

Tinham de arranjar um pretexto suficientemente forte, para o afastarem

À boleia da oposição, o que é natural, juntaram-se mais dois

É uma pena que os políticos coloquem, sempre, as suas vaidades

À frente dos interesses do país.

 

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:35

As Mães!

por cheia, em 02.10.19

As Mães!

Tanta gente preocupada com a falta de nascimentos!

Mas, ninguém preocupado com a falta de creches!

Hoje, ao contrário do que aconteceu noutros séculos

Quase todas as mulheres para além de trabalharem em casa, tem necessidade de ter um, ou mais empregos

E, ainda, por cima, algumas ficam, sozinhas, com os filhos nos braços

Porque são quase sempre elas que ficam com a guarda dor filhos, quando o casal se desentende

Não tendo nenhum familiar a quem os deixar, uma ama ou creche, têm de procurar

Como o Estado não assegura creches, para todos, ao privado têm de recorrer

Na Amadora, às portas de Lisboa, mais uma creche, ilegal, foi fechada

As mães disseram que sabiam que a creche era ilegal, mas não têm alternativa

A creche funcionava das 5 às 23 horas!

Há senhoras que começam a trabalhar muito cedo, principalmente nas limpezas!

Uma das mães disse que tinha de ter dois empregos, para poder sobreviver!

Este é o drama de um país pobre, que sonha ser rico

Que desbarata o dinheiro em coisas inúteis

Não tendo como prioridade as infraestruturas

Ainda temos dois dias, para questionar os partidos, que querem os nossos votos, para sabermos o que pensam sobre estes problemas, que tanto preocupam os pais!

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52

Vamos votar!

por cheia, em 20.05.19

Vamos votar

Não compreendo o desinteresse

Que tantos eleitores demonstram

Pelo direito de escolherem os seus representantes

Seja para o Parlamento Europeu, Assembleia da República, Autarquias, Presidente da República!

Porque é um direito, que foi conquistado, com muitas lutas e mortes

Só depois de1974 é que o direito de voto se tornou universal

É triste ver, como muitos desperdiçam, um direito, do destino, escolher

Mas têm de perceber que o destino vai ser conduzido

Por quem, no Parlamento, uma maioria, obtiver

Podem arranjar as desculpas que quiserem, para não irem votar!

Mas nenhuma é válida!

Como é que podemos responsabilizar os governantes, por isto ou por aquilo

Se formos nós, os primeiros a não cumprirmos com o nosso dever!

Portanto, não nos podemos desresponsabilizar, escudando-nos com o não cumprimento dos outros

O que os governantes, deputados, presidentes fazem ou não fazem é da sua responsabilidade

Em cada ato eleitoral, temos o poder nas nossas mãos

Se prescindirmos dele, não contribuiremos para a escolha dos nossos representantes

Cada um que faltar, é menos um voto a contar, para uma solução participada

Portanto, amigas e amigos, para um futuro melhor

Todos temos a obrigação de participar

Uma boa semana, para todos

Mas, no Domingo, não se esqueçam de ir votar.

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22

Ilusões

por cheia, em 26.02.19

Ano de eleições

Vender ilusões

Traz perturbações

Toda a gente quer melhores condições

Mas, os cofres estão vazios e sem tostões

Em ano e eleições

Os Governantes costumam ceder a todas as tentações

Nesta legislatura houve muitas promoções

Acreditaram que a bolsa não tinha cordões

Quem manda nas finanças tem outras ambições

Ganhar barras de ouro, apertando bem os cordões

E, o veículo utilizado são as cativações

Fazendo brilhar, Portugal, entre as nações

Há muitas contradições

Um tenta enganar a todos, para ganhar as eleições

Mas, o outro utiliza todos os travões

Até Outubro estão garantidas as emoções

Todos exigem que este seja o ano de todas as resoluções

Haja, ou não provisões!

O futuro é incerto e pode não comtemplar ambições

Sejamos razoáveis e privilegiemos as uniões

A liberdade mobiliza multidões.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:18


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D