Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

socieadeperfeita


Quarta-feira, 28.11.18

Comendadores

Comendadores

Comendadores, pessoas de muitos valores

Muitas vezes acumulados à custa dos que não têm a ambição de serem comendadores

Enquanto os comentadores vivem em bons palácios

Os que lhos constroem vivem a enganar a fome

Aqueles que nasceram com a arte de ganharem muito dinheiro

Espezinhando os outros, querem ser admirados, como se fossem deuses

A vaidade e a ambição não têm, por ninguém, contemplação

Joe Berardo, que em África, fez jus a “em terra de cegos, quem vê é rei”

Conseguiu uma fortuna, deixou África, e veio, para o seu país, pavonear-se

Criou um Museu de Arte Moderna, e teve a arte de alugá-lo ao Estado

Ambicionava ser dono de um Banco

Viu, na compra do Banco Comercial Português, um futuro estrelado

Não tendo dinheiro para alcançar o sonho

Recorreu ao dinheiro do Estado

À Caixa Geral de Depósitos, pediu, muito dinheiro, emprestado

Para comprar as ações do BCP

Mas a ambição desmesurada deu para o torto

O valor das ações deu um grande trambolhão

E, o comendador deixou-nos um buraco de duzentos e oitenta milhões

Que já pagamos, com muito suor, perda de emprego, de casa e de carros

Porque, em último caso, através dos nossos impostos, nós somos a garantia real

Para alimentar os sonhos, as vaidades de alguns

Todos, os que levaram Bancos à falência, continuam a pavonear-se com as medalhas ao peito

Sem que a justiça os consiga prender

Os administradores eram: Carlos Santos Ferreira, Maldonado Gonelha, Armando Vara, Celeste Cardona, Francisco Bandeira, José Ramalho, Norberto Rosa, e Vítor Fernandes

 

José Silva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 21:01

Domingo, 08.07.18

Curta, é, a vida!

Tanto trabalho, para tão poucos dias!

Estou de acordo com as trinta e cinco horas

Não nascemos, para, só, trabalhar

Também temos o direito de, o mundo, olhar

Por que razão só pensa em, os dividendos, aumentar?

Com as novas tecnologias, não está sempre a produção a aumentar!

Todos têm direito a um posto de trabalho

O desemprego só gera desigualdades

Quem é que não se sente inferior por não conseguir contribuir para a produtividade?

Portanto, menos horas de trabalho! Ocupação para todos

Já basta, quererem que nos reformemos aos cem anos!

A história da sustentabilidade está muito mal contada

Os jovens têm direito a sonhar com realizações, que só o trabalho lhes pode dar

Para quê, com trabalho, os velhos, matar?

Deixem-nos, ao menos, uns minutos descansar, quando já não podem andar

Ninguém cá vai ficar, mesmo que queira este e o outro mundo abarcar!

Vamos, o Planeta, ajudar, não estragando hoje, o que amanhã nos faltará

O desperdício é o nosso pior vício, com a fantasia de que isso, mostra ao outro que existo

Mais solidariedade, mais humildade, mais humanidade é o que precisamos, na realidade

Quanto mais o fosso entre ricos e pobres diminuir, mais a alegria nos vai unir

A alegria de ver mais gente feliz, faz um Mundo novo emergir

Ninguém encafuado, em muros, condomínios, arame farpado ou assustado, se sente realizado

Este pequeno e pobre espaço, de todos, por todos tem de ser bem dividido e administrado.

 

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 23:00


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Posts mais comentados