Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quingentésimo ano (51)

por cheia, em 20.02.24

Tanto de meu estado me acho incerto,

que em vivo ardor tremendo estou de frio;

sem causa, juntamente choro e rio,

o mundo todo abarco e nada aperto.


É tudo quanto sinto, um desconcerto;

da alma um fogo me sai, da vista um rio;

agora espero, agora desconfio,

agora desvario, agora acerto

 

Estando em terra, chego ao Céu voando,

nũ’ hora acho mil anos, e é de jeito

que em mil anos não posso achar ũ' hora.


Se me pergunta alguém porque assi ando,

respondo que não sei; porém suspeito

que só porque vos vi, minha Senhora.

 

Luís de Camões

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:53


13 comentários

Imagem de perfil

De Maria João Brito de Sousa a 20.02.2024 às 10:53

Bom dia, Cheia!

Estarei confusa ou este fabuloso soneto já veio ao Sociedade Perfeita?

Bem, a este soneto conheço-o eu muito bem, não sei porque é que a minha memória me diz que já conversei com ele quando o não vejo nas minhas conversas com Camões... Ah, talvez lhe tenha respondido nalgumas das mais antigas conversas, quando eu ainda não conhecia o Sociedade Perfeita...
De qualquer forma, hoje é dia de ir ao hospital veterinário com a Mistral, não me posso comprometer com nada.

Um abraço
Imagem de perfil

De cheia a 20.02.2024 às 18:37

Boa noite, Maria João!

Deve ter sido quando ainda não conhecia a Socieadeperfeita. Mas isso não quer dizer que não tenha tido uma excelente conversa com Camões, que muito gostei de ler. Muitos parabéns, Maria João.

Espero que tenha corrido bem a visita ao hospital veterinário.

Noite tranquila.

Um abraço.
Imagem de perfil

De Maria João Brito de Sousa a 20.02.2024 às 11:07

Com toda a confusão destes últimos tempos, só agora vi que foi exactamente aqui que iniciei esta última série de conversas com Camões...

E cá está ele:
SONETO III
*

Alínea M
*


"Tanto de vosso estado me acho incerta"

que acautelada fico e desconfio

de quanto me dizeis. Se vos sorrio,

de gentileza, apenas, faço oferta...
*


Não sei, Senhor, se me tomais por certa,

nem se há verdade em vosso desvario,

mas sei que em caso algum eu desafio

suspeição que me instigue a estar alerta...
*


Mantende os pés na terra e não cuideis

de ao Céu chegar por mor de haverdes visto

meu vulto na janela debruçado;
*


Meus predicados, não os conheceis

e, na verdade, nem me sois benquisto

que a outro eu hei, Senhor, por mais amado.
*


Mª João Brito de Sousa

31.01.2021 - 00.10h
***

Um abraço
Imagem de perfil

De cheia a 20.02.2024 às 18:25

Mais um grande desafio ao Camões.

Só comecei a publicar esta série de sonetos este ano.

Um abraço. Maria João!
Imagem de perfil

De Maria João Brito de Sousa a 20.02.2024 às 20:57

Estou exausta, Cheia...

Acabo de chegar do hospital veterinário com a minha gata Mistral e os valores de glicémia dela continuam altíssimos. Mandaram-me duplicar a dose de insulina e continuar a administrar-lhe soros várias vezes ao dia.

Um abraço
Imagem de perfil

De MJP a 20.02.2024 às 11:12

Grata pela partilha, José! :))
Dia Feliz!
Imagem de perfil

De cheia a 20.02.2024 às 11:19

Muito obrigado.

Bom dia, Zé!
Imagem de perfil

De Vagueando a 20.02.2024 às 17:13

Recordando Camões, há quantos anos não lia os seus sonetos. Brilhantes publicações.
Imagem de perfil

De cheia a 20.02.2024 às 17:55

Muito obrigado pela visita.

Imagem de perfil

De Di a 20.02.2024 às 20:05

Maravilhoso!
Imagem de perfil

De cheia a 20.02.2024 às 20:42

Muito obrigado!
Imagem de perfil

De jabeiteslp a 21.02.2024 às 07:35

Sofrer de amor, é louvor
mas com esta arte de assim ser
deixo o meu louvor
Boa e bela Quarta feira pra vocês, em beleza José.
Imagem de perfil

De cheia a 21.02.2024 às 08:04

Bom dia, João.

Amar é muito bom, mas sofrer é que não.

Um bom dia para vocês com saúde e alegria.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D