Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Postigo fechado

por cheia, em 20.01.21

Mal dita pandemia

Quem diria

Que tanta gente mataria

Tanta gente desesperada

Tanta casa fechada

No jardim, no banco, não nos podemos sentar

Nem beber café ao postigo

Temos de estar em casa fechados

Podemos ir à varanda

Espreitar a vizinha

Ver se está acompanhada

A rua está sozinha

Nem homem das castanhas

Nem o artista de rua

Nem o arrumador de automóveis

Ela está completamente nua

Até as aves estão a penar

Não há um resto de bolo

Nem pão, nem miolo

Está tudo tão limpo

Tão desinfetado

Mas ninguém tem cuidado

Andam sem máscaras

Em multidão

Para poderem sair à rua

Alugam um cão

Gabam-se de a todos enganar

Menos o vírus

Que sem esperarem

Os faz pararem

Depois, queixam-se da má sorte

Nunca dizem que é a cabeça que não tem norte

Não acreditam na ciência

Só em milagres!

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00


16 comentários

Imagem de perfil

De Maria a 20.01.2021 às 08:27

Uma descrição perfeita do que se passa.
Bom dia, José.
Beijo⚘
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:45

Uma grande tragédia!
Feliz resto de dia, Maria!
Beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 20.01.2021 às 09:08

Ontem alguém me dizia: "acho que não vou conseguir voltar a abraçar alguém. Acho estranho".

Grande Abraço,
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:39

Também acho estranho. Os números são assustadores.

Um grande abraço,
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 20.01.2021 às 10:46

Tudo dito aqui nestas palavras em género de poema.
Maravilhoso José

Beijinhos
Feliz Dia
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:33

Muito obrigado, Luísa!

Feliz resto de dia!

Beijinhos
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 20.01.2021 às 11:03

Bom retrato de quem é socialmente irresponsável...:)))) abraço José
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:29

Os números, infelizmente, continuam a assustar.

Um abraço,
Imagem de perfil

De imsilva a 20.01.2021 às 11:36

Uma fotografia em palavras, de um presente soturno.
Beijinhos
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:18

Os números são assustadores.

Beijinhos
Imagem de perfil

De Francisco Carita Mata a 20.01.2021 às 15:42

Só mesmo um "milagre"! Muita Saúde.
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:02

É tão grande a gravidade, que nem um milagre nos salva!

Boa tarde e muita saúde.
Imagem de perfil

De Ana Mestre a 20.01.2021 às 17:14



Beijinho
Imagem de perfil

De cheia a 20.01.2021 às 17:19

Muito obrigado!

Feliz resto de dia!
Imagem de perfil

De Fatima Ribeiro a 25.01.2021 às 10:06

Que volte a esperança
Imagem de perfil

De cheia a 25.01.2021 às 10:33

Oxalá que sim!
Muito obrigado pela sua visita.

Boa semana!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D