Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O futuro é hoje (5)

por cheia, em 09.11.21

O futuro é hoje  (5)

O Luís sugeriu à filha que se inscrevesse na juventude de um Partido, se queria mudar o mundo. Mas a filha disse que os Partidos se tinham transformado em organizações fechadas, sem liberdade para confronto de ideias, onde todos os que quisessem progredir tinham, sempre, de aplaudir o chefe

Não queria passar a juventude a colar cartazes, a agitar bandeiras, a dizer amem a tudo o que o chefe defendesse

Infelizmente, já tinha assistido a muitas encenações de políticos, que a dececionaram, mostrando como engam o povo

Uma das que mais a chocou foi a encenação feita por Sócrates e Chaves, nos Estaleiros de Viana de Castelo, como se a Venezuela fosse comprar o navio, que tinha sido recusado pelo Governo Regional dos Açores, mas não passou de uma encenação

Mais tarde o navio foi entregue a um empresário, por um valor muito baixo, o que fez com que ele, imediatamente, o vendesse com uma margem de lucro muito choruda

Foi assim que alguns empresários portugueses, do nada, conseguiram enriquecer, conseguindo chegar a comendadores, muito admirados e condecorados, sabendo-se que a trabalhar ninguém enriquece

Alguns políticos, também enriqueceram, no exercício de funções públicas, o que não é admissível, por que quando são eleitos não é para se servirem do país, mas para servi-lo

Milhões para aqui, milhões para acolá, políticos sem vergonha, a dizerem que estão de consciência tranquila

São condenados, vão para a prisão, e continuam a dizer que estão inocentes, de consciência tranquila, prontos para voltarem para a política assim que forem libertados

E os eleitores que votam neles, também estarão de consciência tranquila?

Um país que convive bem com a corrupção, não merece melhor do que viver num pântano de corrupção, sem direito a reclamação

Metade dos autarcas substituídos, já depois de saberem que tinham perdido a eleição, abjudicaram cinco milhões de euros, por ajuste direto

O Governo depois de ter visto o Orçamento recusado, aproveitou para aprovar todos os pedidos de exploração de minérios, sem que estejam feitos os impactos ambientais, e sabendo que as populações estão contra

A 29/01/2021, o Supremo Tribunal de Justiça validou escuta em que o primeiro-ministro conversa com o ministro Ambiente sobre o negócio do lítio e do hidrogénio

Mas o assunto continua congelado, para não se estragar!

 São estes comportamentos, que contribuem para a enorme abstenção, ainda, por cima de Partidos que se dizem herdeiros da ética Republicana.

Continua.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:58


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D