Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O étimo Macedónia

por cheia, em 26.01.19

Dar as mãos

Atenas e Skopje acabaram com a disputa, de vinte e sete anos, sobre o étimo Macedónia

O acordo de Prespa foi uma grande vitória dos primeiros-ministros dos dois países

Na Grécia houve manifestações contra o acordo, mas o Parlamento Grego aprovou-o

Quando os países dão as mãos, em vez de se guerrearem, é de aplaudir

Infelizmente, ainda há alguns Governantes, que conseguem iludir os seus concidadãos, com promessas utópicas, fazendo com que votem a saída de uma comunidade, que trouxe benefícios, para todos, como aconteceu no Reino Unido

Os egoísmos, nacionalismos, saudosismos, de tempos que não voltam mais, propagados por extremismos, tanto de direita como de esquerda, estão a por em causa a coesão de uma Europa, que se queria unida e forte, para fazer frente à globalização e outros perigos que ameaçam o Continente

Se quase duas dezenas de países abdicaram das suas moedas, para a implementação de uma moeda única, e antes tinham aberto as fronteiras, para pudermos circular sem barreiras, nem fronteiras, será utopia, pedir uma Federação de Nações da Europa!

Formosa e bela Europa, como seria uma exemplar lição, ver todos os teus povos, unidos, na sua diversidade, dando as mãos!

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:56


6 comentários

Imagem de perfil

De Sarin a 28.01.2019 às 20:59

As uniões por decreto são como os casamentos arranjados, ou bem que os nubentes aceitam ou então corre mal.


Uma Federação Europeia? Duvido, caro cheia. Tentar fazer da Europa um estado/federação único, é ignorar que as diferenças culturais neste pequenino continente têm mais de 2000 anos de história. Também gostaria de uma tal confederação, mas não sou tão optimista - a divisão leste/oeste é muito mas muito anterior ao Muro. E não tem exactamente as mesmas fronteiras mas talvez seja mais inflexível.
Imagem de perfil

De cheia a 28.01.2019 às 21:50

Temos de ter esperança, que as novas tecnologias contribuam para esbater as diferenças culturais e que essa utopia se concretize.
Imagem de perfil

De Sarin a 28.01.2019 às 21:54

Entretanto, acho que o que devemos fazer é enaltecer e apostar nas semelhanças sem obrigar a assimilar as diferenças...
Imagem de perfil

De cheia a 29.01.2019 às 20:31

Podemos muito bem conviver com as diferenças,desde que nos respeitemos uns aos outros. Uma união forte seria muito bom, o mais difícil é a sua construção.
Imagem de perfil

De Sarin a 29.01.2019 às 22:22

Exactamente, caro cheia. Conviver com as diferenças, respeitá-las, é mais salutar do que a uniformização. Não se pode compactuar com o desrespeito, e temos o dever de procurar os pontos comuns que permitam progresso e reforcem o sentido da união. Nos países como nas pessoas.
Imagem de perfil

De cheia a 30.01.2019 às 20:10

Totalmente de acordo. Mas, para além do respeito por todos, para que a união avance, os políticos têm de descer dos seus pedestais, tanto a nível nacional, como a nível da união, ouvindo os eleitores, para saberem dos seus problemas, tomando medidas para que as desigualdades comecem a diminuir.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D