Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Natália Correia

por cheia, em 11.09.16

Sete Motivos Do Corpo

I

Não te importe, ó mortal, depois de morto

Desaparecer na curva do caminho.

Aqui és corpo; e injuriar o corpo

É pisar a sombra do divino.

Lúcida a carne, num fugaz milagre,

É de eternos assuntos a medida:

De ar, água, terra e fogo sumidade,

Lugar de amor onde se ganha a vida.

 

Se concorrerem na alma embuste e danos,

O corpo em qualquer língua é verdadeiro.

P`ra que ao além não fie a Parca enganos,

Retrata-nos a morte em corpo inteiro.

Vem das estrelas o sangue que nos guia

E em amorosa perfeição na carne

Está toda a eternidade resumida.

Corpo! Sombra de deus. Simples verdade.

 

(Natália Correia)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D