Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

socieadeperfeita



Quinta-feira, 15.03.18

Maquilhagem

Maquilhagem

 

 

Aquele ótimo negócio, que o Primeiro-Ministro disse que tinha pena que a ideia não tivesse sido dele, continua a dar que falar

Consistia em enterrar, no Montepio Geral, duzentos milhões de euros da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Como a opinião pública e a oposição se levantaram contra, por o dinheiro se destinar a ajudar os mais pobres, não deveria ser utilizado para tapar buracos numa associação

Agora, veem dizer que a Santa Casa vai participar com uma quantia simbólica. Quanto?

Como os Bancos não podem falir, à que maquilhar as contas!

Assim, a Associação Mutualista Montepio Geral, em vez de um prejuízo de duzentos e vinte e um milhões, deu um lucro de quinhentos e oitenta e sete milhões e meio!

Beneficiou de um crédito fiscal de oitocentos e oito milhões e seiscentos mil euros

Segundo Sr. Ministro das Finanças está tudo de acordo com a lei!

Uma lei do anterior Governo, que este não revogou, porque dá muito jeito para tapar buracos

Como é que um bom negócio, ficou sem investidores?

Depois de, um dia, o Presidente da República e o Governador do Banco de Portugal terem dito, que investir no BES era seguro. E, no dia seguinte o Banco faliu, já ninguém acredita em ótimos negócios, quando se trata de Bancos falidos!

 

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:10


18 comentários

De cheia a 15.03.2018 às 22:05

Ainda hoje, o Primeiro-Ministro pareceu-me muito feliz com o caso das toupeiras, porque permitiu saber quem violou o segredo de justiça!

De Robinson Kanes a 16.03.2018 às 17:55

Vindo de quem se riu de Pedrogão, não seria de admirar :-)

De cheia a 16.03.2018 às 19:06

Na bola, tudo é permitido, tudo é normal e natural! O que interessa é que a cor deles ganhe.

De Robinson Kanes a 18.03.2018 às 14:53

É uma das coisas que mais me deixa de boca aberta neste país de gente muito evoluída e de brandos costumes... Tão brandos que até os criminosos são elevados a "exemplos a seguir".

De Anónimo a 18.03.2018 às 20:34

Tão brandos costumes, que todos os dias nos deparamos com figuras públicas acusadas de receberem subsídios por darem muradas onde não residem, falsificação de habilitações. etc., dizendo-se, sempre, de consciência tranquila!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031