Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Incêndios!

por cheia, em 14.08.23

O Governo da Propaganda

 

Todos os anos o mesmo desespero

De alto abaixo, o País a arder

A única preocupação é que nenhum humano morra

Tudo o resto pode arder

“ Deixa arder que o meu pai é Bombeiro”

No último incêndio de 5 dias, entre Odemira e Monchique, um cidadão alemão disse para uma câmara de televisão: “ estavam três autotanques, bem equipados, mas ninguém fez nada”

Há dias, Tiago Martins de Oliveira, presidente da AGIF, I.P (Agência de Gestão Integrada dos Fogos Rurais, I.P, disse que os Bombeiros recebem por hectare ardido, palavras que incendiaram os Bombeiros e os Autarcas, caiu o Carmo e a Trindade!

O Ministro da Administração Interna disse que as palavras foram mal interpretadas, o costume

O Governo não se cansa de propagandear que tem não sei quantos meios aéreos, mundos e fundos. Mas, o que é que isso interessa, se o País continua a arder, e não arde mais porque, qualquer dia, não há nada para arder!

Por que razão não tentam salvar os pertences das populações?

Será que casas, animais, hortas, pomares, vegetação, biodiversidade não merecem mais atenção!

Ignoram, os que, sempre, viveram à conta do Orçamento Geral do Estado, que é com o que arrancam da terra, que complementam as miseráveis reformas, sem nunca terem domingos, feriados, férias, tolerância de ponto, trabalham 365 dias por anos, para que os animais, também, comam todos os dias!

Em vez de tentarem proteger as casas, construídas com o suor de uma ou mais gerações, arrancam as pessoas das suas casas, sem olharem ao sofrimento, que lhes causam

Como é que querem revitalizar o Interior, se os poucos que arriscam investir em pequenos negócios, ficam sem nada de um momento para o outro? 

 Toda a nossa gratidão, para com os Bombeiros, é pouca, porque eles, muitas vezes, arriscam as suas vidas, para salvar a do próximo

Estão as 24 horas de prevenção para acudir em caso de desgraça

Não podem viver de esmolas e da venda de rifas!

Têm de ser pagos e reconhecidos de acordo com os valiosos serviços, que prestam às populações.

 

José Silva Costa

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:53


28 comentários

Imagem de perfil

De Vagueando a 15.08.2023 às 09:03

Gostei desta reflexão.
Contudo, sinceramente não acredito que quem decide sobre a prevenção e combate aos incêndios, técnicos, políticos, proteção civil e bombeiros tomem medidas conscientes, para deixar as populações expostas ao risco de incêndio.

Por outro lado, para além do fogo posto de forma intencional, a maioria das vezes por pessoas com perturbações mentais, a origem de muitos fogos (se não mesmo a maioria) é de origem negligente. Uma das formas de prevenção é a limpeza dos terrenos (avançou-se bastante neste últimos anos nesta matéria), mas a realidade demonstra que não rentável limpar terrenos e muita gente não tem meios financeiros para o fazer, lá está a economia a interferir no problema e, quanto a este ponto, não acredito que se possa fazer grande coisa no curto prazo.Tenho muita dificuldade em perceber perante um incêndio de grandes proporções se é possível fazer muito mais ou melhor do que é feito. Os exemplos recentes do Canadá e de Maui no Hawai são só mais um exemplo das dificuldades em combater este tipo de incêndios. Também me debrucei sobre este tema dos incêndios no dia 13, ainda que por razões diferentes sobre a sua origem, mas cujas consequências são as mesmas.Cumprimentos.
Imagem de perfil

De cheia a 15.08.2023 às 15:10

Ainda hoje o dirigente máximo dos Bombeiros deu a entender que a missão deles é o combate aos fogos, e que a prevenção pode demorar 10 a 15 anos.
Para mim a prioridade é a prevenção, onde se pode intervir fazendo com que os incêndios não progridam durante uma semana. É preciso muito trabalho e dinheiro. Mas, os incêndios são um grande negócio, para alguns, à custa dos que ficam sem nada, a não ser as promessas, nunca cumpridas, do Governo .

Boa semana!
Cumprimentos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D