Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Horror

por cheia, em 25.03.17

Horror

 

Um dia negro, frio, triste

A primavera não apareceu

Não quis presenciar as horrendas mortes

Cinco vidas ceifadas, na manhã fria

Uma ainda no ventre da mãe, vivia

Quem viu não vai esquecer, este dia

De olhos ensanguentados, matava o que via

Nas casas, nas ruas, só a morte se via

Foi tão horrendo que até o sol chorou

Lutas-te com valentia, tentando defender

Quem dentro de ti, pela última vez chorou

Mas a tua filha muito vai chorar

Por te levarem tão cedo, com tanta brutalidade

Uma mãe, na flor da idade!

 

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57


8 comentários

Imagem de perfil

De cheia a 29.03.2017 às 21:05

Até a morte natural nos causa muita dor, quanto mais estas carnificinas e as diárias mortes, por violência doméstica!
Imagem de perfil

De mami a 29.03.2017 às 23:20

a loucura está descontrolada e a falta do amor pelo outro é carecente!
Imagem de perfil

De cheia a 30.03.2017 às 20:10

Tiram a vida ás pessoas, como quem bebe um copo de água!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D