Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Contas

por cheia, em 11.05.19

Contas

 

A luta dos professores serviu para clarificar algumas coisas:

Primeiro, os portugueses não sabem fazer contas! O que não admira, porque quase todos têm negativa à disciplina de matemática

Segundo, só os partidos, que nem eles acreditam que um dia serão chamados a formar Governo, aprovaram, sem condicionantes, a contagem total do tempo de serviço dos professores, porque sabem que nunca lhes será exigido o cumprimento desta aprovação

Terceiro, se António Costa, na próxima legislatura, continuar a ser o primeiro-ministro, não falará mais em contagem do tempo de serviço dos professores, avaliações, nem carreiras, porque o que não tem solução, solucionado está. O melhor é colocar-se-lhe uma pedra em cima, para que não provoque mais confusão

Quanto aos partidos, que prometem inscrever nos seus programas eleitorais, que contarão todo o tempo de serviço dos professores, se houver dinheiro, se fizer bom tempo ……….., já se sabe que nem daqui a cinquenta anos, os professores virão cumprida a sua revindicação .

 

José Silva Costa

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:07


30 comentários

Imagem de perfil

De MJP a 11.05.2019 às 20:37

Uma excelente análise à situação!
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2019 às 20:53

Foi uma luta inglória!
Imagem de perfil

De MJP a 11.05.2019 às 20:55

Pois... infelizmente, há lutas assim!
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2019 às 21:00

Infelizmente, o PS foi empurrando o assunto até ao fim da legislatura.
Imagem de perfil

De MJP a 11.05.2019 às 21:02

É verdade...
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2019 às 21:04

Foi uma maneira de aguentar a geringonça.
Imagem de perfil

De MJP a 11.05.2019 às 21:07

Exactamente...
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2019 às 21:42

Agora, Costa, já veio dizer que não mexe em nada, jogadas!
Imagem de perfil

De Sarin a 11.05.2019 às 23:37

Quando se negoceia, tem de se pedir o todo para aceitar metade. Foi isso que PCP e BE fizeram sempre, daí nada de novo.
Por outro lado, não deixo de compreender a justiça das pretensões de todos os empregados do Estado que exigem reposições, e de todos os pensionistas que reclamam das baixas pensões, quando vemos como o sistema bancário é sistematicamente salvo. Não é uma questão de não saberem matemática, caro cheia, é de verem o patrão fazer contas de diminuir sempre para o mesmo lado.

Se concordo com a reposição integral? Não! Mas também não concordo com as classificações actuais das profissões de desgaste rápido ou de alto e moderado risco, nem das respectivas carreiras - e dessa revisão, que deveria ter sido feita profunda e seriamente, ninguém falou ou fala :(
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 15:49

"O de não saberem matemática" é uma forma irónica de dizer como cada qual faz as contas à sua maneira.
Há reformas estruturantes, que parece ninguém conseguir fazer, porque tropeçam em interesses, que não querem ou não têm poder para enfrentar.
Concordo com o salvamento do sistema bancário, mas por que razão não penhoraram, a tempo, os bens dos banqueiros?
Imagem de perfil

De Sarin a 12.05.2019 às 15:51

Porque as contas de menos resvalam sempre para bombordo, nunca para as estrelas e seus offshores...
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 16:49

Porque as leis são feitas, por uma minoria, que elegemos e nos deveriam a todos representar, mas só se representam a eles.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.05.2019 às 17:23

Exacto.
E nós deixamos.

Participação nas assembleias de freguesia e municipais? Participação na análise de projectos de lei em consulta? Exigências, perguntas que sejam, aos deputados dos círculos eleitorais?

Não podemos fazer muito; mas nem esse pouco fazemos, parece-me.
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 19:25

Tem razão. Não fazemos, e ainda ouvimos as pessoas dizerem que não se metem em política.
Imagem de perfil

De Maria a 12.05.2019 às 06:31

Tens toda a razão Cheia , nunca haverá reposição do tempo perdido. Foi uma luta como dizes, inglória, mas já se sabia que estava morta a nascença. É injusto? É. Mas não há dinheiro para tanto. E além disso n são só os professores, há todos os outros corpos especiais. Bom domingo.
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 15:32

Além de todos os outros corpos especiais, há também os do setor privado, onde muitos trabalham, muitas horas, por um salário miserável. Não podemos continuar com tantas desigualdades e tanta pobreza!
Um bom domingo, também.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.05.2019 às 16:00

Mas, cheia, há duas diferenças que muitos tentam esbater:
1. O Estado é patrão, a generalidade dos outros patrões é que lhe ficam aquém;
2. Os f.p. são representados em bloco pelos sindicatos, a maioria dos funcionários privados nem a si mesmos se representam.

Já sei, "são os nossos impostos que lhes pagam os salários" - mas pagam-lhes os salários por serviços que nos prestam. E é importante lembrar esta questão, pois é moda dizer que o funcionário público é um parasita: decidam-se se querem um Estado Providência ou se querem que esteja na mão dos privados.
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 16:42

Mas, depende do Estado fazer com que os outros não fiquem aquém.
Lá por "nem a si mesmos se" representarem, não quer dizer que não tenham o direito de viver com dignidade.
Infelizmente, ainda há funcionários públicos, que se atropelam uns aos outros, sem terem nada para fazer.
Sou dos que defendem que deve haver público e privado, mas bem separados: quem tiver dinheiro e quiser ir ao privado, que vá, mas os recursos públicos devem estar ao serviço de todos, nos serviços públicos, por que há quem não tenha escolha.
Quanto melhor forem renumerados os funcionários públicos, melhores serviços teremos. E, no caso dos professores, bem precisamos dos melhores, na escola pública, porque deles depende conseguirmos dar o salto da qualificação, para sairmos da cauda da Europa.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.05.2019 às 17:18

Depende, caro cheia, e por isso as regras laborais e os ordenados mínimos. Mais intervenção que esta, como, se dos privados apenas se ouvem os patrões?!
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 19:34

Regras laborais, que nem sempre são cumpridas, porque os trabalhadores têm medo de dizer não, com receio de retaliações.
Imagem de perfil

De Maria a 12.05.2019 às 16:24

As desigualdades sociais são muitas. Portugal neste e noutros indicadores está mais próximo dos países em vias de desenvolvimento do dos desenvolvidos. Bom domingo.
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 16:53

Parece que há pessoas que precisam de milhares de euros, por mês, para viverem, enquanto outros, com poucas centenas têm de sobreviver.
Imagem de perfil

De Maria a 12.05.2019 às 23:48

É verdade. Uns com tanto e cada vez com mais, outros sobrevivem que um.ordenado miserável.
Imagem de perfil

De cheia a 13.05.2019 às 19:55

É a ganância! Quanto mais temos, mais queremos.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 12.05.2019 às 20:01

É melhor esquecer!
Já foi e não deverá voltar mais!
Feliz Semana!
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2019 às 20:48

Vamos esperar, para ver o que o próximo nos trará.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.05.2019 às 08:55

Acredito que se resolverá
e bem mais rápido será

Boa semana José
(não sei que raio se passa
mas não consigo fazer login)

https://anjodaesquina.blogs.sapo.pt/
Imagem de perfil

De cheia a 13.05.2019 às 19:53

Oxalá se resolva, bem rápido, porque o que precisamos é ver este país feliz e contente.
Uma boa semana, quetinha
Imagem de perfil

De mami a 24.05.2019 às 13:08

acho que de uma forma ou outra todos querem apenas ganhar tempo para não terem de assumir claramente antes das eleições que o que é pedido não é possível!
Imagem de perfil

De cheia a 24.05.2019 às 22:11

Até me admire,que em ano de eleições, Costa, tenha dito que se continuar como primeiro-ministro, vai pôr uma pedra sobre o assunto, não mexendo nem nas carreiras, nem nas avaliações. Governar sem tomar decisões!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D