Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Amor & guerra (3)

por cheia, em 21.03.21

 

Amor & guerra (3)

 

Na Metrópole, os embarques sucediam-se. Salazar tinha dito: “ Para Angola, rapidamente e em força. Angola é nossa”

Foi criado o Movimento Nacional Feminino, que fez apelos, para que à entrada das salas de cinemas e teatros fossem colocados recipientes, para os espetadores doarem cigarros, para os militares, na frente de batalha, para que as raparigas aceitassem ser madrinhas de guerra, e geriu os aerogramas militares

 

Miquelina, finalmente, recebeu notícias do Carlos, que a informava ter ficado muito contente por vir a ser pai, desejando que tudo estivesse bem com ela e com o bebé. Quando regressasse casariam

Ficou tão feliz, que até os pais notaram a felicidade estampada no rosto da filha. Nunca lhes revelará a razão por que andava tão triste. Eles respeitavam a sua independência, nunca a questionando sobre quaisquer problemas, e muito menos entre ela e o Carlos. Só se preocupavam em ajudá-la em tudo o que pudessem. Queriam tudo do melhor, para a filha e para o bebé

 

Barbara só podia contar com ela e com a sua dedicada empregada. Como o negócio estava a crescer, contratou outa empregada, e começou a preparar, a que era o se braço direito, para a substituir, quando tivesse a criança

Todos os dias se lembrava do Carlos, conjeturando como seria feliz, se ele acompanhasse aquela gravidez, junto dela. Se não fosse a maldita guerra, poderia viver uma grande felicidade, nos braços dele. Mas, ao mesmo tempo, se não fosse a guerra, talvez nunca o tivesse conhecido. Acabando por dizer, por que razão não podia ser feliz?

Continua

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:46


8 comentários

Imagem de perfil

De Francisco Carita Mata a 21.03.2021 às 11:41

Estou a gostar da forma como está a dar a volta à narrativa. Bom dia de Poesia!
Imagem de perfil

De cheia a 21.03.2021 às 12:32

Agradeço as suas encorajadoras palavras, Francisco!
Também lhe desejo um ótimo dia da Poesia!
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 21.03.2021 às 14:41

Realmente o desfecho é expectante.
O Amigo tem o condão de criar essa curiosidade. Contnue!
Um abraço.
Imagem de perfil

De cheia a 21.03.2021 às 15:21

Muito obrigado pelas encorajadoras palavras!
Um abraço.
Imagem de perfil

De cheia a 21.03.2021 às 19:03

Agradeço o teu incentivo!
Boa noite!
Imagem de perfil

De Daniela a 30.03.2021 às 16:36

Pobre Barbara, sonhando com o seu príncipe..sem nada saber.
Torço por ela..
Imagem de perfil

De cheia a 30.03.2021 às 20:19

Tens razão! A Bárbara tem sofrido muito.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D