Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Amor & guerra (21)

por cheia, em 10.05.21

 Amor & Guerra (21)

O Carlos, finalmente, recebeu a prótese. Estava desejoso de a começar a utilizar

Já o tinham avisado de que a adaptação não era fácil. Tentou colocar-se em pé e andar, mas não conseguiu, nem com o auxílio de uma canadiana. Era uma coisa estranha, que o seu corpo não reconhecia, como acontece, quando colocamos, a primeira vez, uma prótese, seja para o que for

Os enfermeiros pediram-lhe para não desesperar, por que com o tempo tudo ia ao lugar, e com a força de vontade que ele tinha, ainda era mais fácil

Queria ir a Braga, para ver o filho e a namorada, conhecer os pais dela e agradecer-lhes, por a terem acolhido, quando ficou gravida e não pode continuar a trabalhar, em Lisboa

Estava-lhes muito grato, por terem tido uma atitude muito diferente, do que alguns pais fazem. Negando-se a ajudarem as filhas e, por vezes, também os netos, quando lhes aparecem em casa, por terem sido abandonadas pelos pais dos filhos

Como é que, ainda, há pais que se negam a ajudarem as filhas, no momento, em que estão tão fragilizadas, por terem sido rejeitadas, por quem as enganou, com promessas de que as amariam para sempre, e ainda, por cima, grávidas ou com um filho nos braços!

Também queria aproveitar para fazer uma visita aos pais, acompanhado da namorada e do filho

Os enfermeiros compreendiam a pressa em, voltar à terra dele, abraçar e beijar o filho e a namorada, mas aconselharam-no a esperar mais uns dias, até conseguir utilizar a prótese, mesmo que fosse com a ajuda de uma canadiana

Uma coisa era ter o apoio de uma canadiana, outra era a de ter de utilizar duas canadianas, por não conseguir utilizar a prótese, dando impressão, a quem o visse, de que estava inválido

 

O General António De Spínola preconizava um país pluricontinental, com estados na Europa, em África e na Ásia. Coisa que os movimentos de libertação não aceitavam

Uma coisa nova, nunca vista, em que pouca gente acreditava. Isto antes do Movimento dos Capitães desencadear a revolução do 25 de Abril de 1974

Depois dos Capitães tomarem conta do poder, ainda era mais difícil implementar um sistema, que não tinha pés, nem cabeça

Com que força impúnhamos condições, aos movimentos de libertação, para a independência das colónias, quando antes não o conseguimos fazer?

Na descolonização, os políticos fizeram o que os militares lhe ordenaram, porque eram eles que mandavam

Aqueles, que defendem que a descolonização deveria ter sido diferente, deveriam ter tido oportunidade de a fazer

Naquelas condições não tínhamos mais nenhuma opção, senão reconhecer-lhes a independência.

Continua.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59


30 comentários

Imagem de perfil

De imsilva a 10.05.2021 às 09:27

O retrato de uma época decisiva em Portugal.
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 11:22

Nós tivemos o privilégio de assistir a um dos períodos mais dramáticos da nossa História: a queda do Império
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 10.05.2021 às 09:55

Época drmática.
Aconselho série TV (decerto viu) "Depois do Adeus" sobre a vida dos retornados.
Boa semana.
Um abraço!
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 11:17

Foi muito dramático para quem teve de abandonar as colónias, alguns com a roupa que tinham no corpo.
A série TV, que vi, foi "Conta-me como Era"
Boa semana.
Um Abraço!
Imagem de perfil

De MJP a 10.05.2021 às 10:15

Grata por mais esta Excelente partilha, José!
Dia Feliz!
Cuide-se!
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 11:07

Muito obrigado, Zé!

Feliz dia!
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 10.05.2021 às 12:17

E ainda há pessoas que acham que éramos uma potência e criticam a descolonização. De facto não foi a melhor forma de a fazer, mas foram as consequências da falta de lucidez de um estado autoritário e parado no tempo...:((((
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 14:43

Muito obrigado pela visita!
Um abraço.
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 15:02

Sem dúvida! Àqueles que criticam a descolonização, só lhes pergunto, como fariam? Foi uma grande tragédia para todos os que tiveram de fugir, deixando para trás tudo. Mas, infelizmente, naquelas circunstâncias não havia mais nada a fazer.

Boa semana!
Um abraço.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 10.05.2021 às 13:46

Estou a adorar estes relatos de guerra que me fazem recordar
Esperando a continuação José

Beijinhos
Feliz Dia
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 14:41

Muito obrigado, Luísa!
Feliz resto de dia!
Beijinhos
Imagem de perfil

De Francisco Carita Mata a 10.05.2021 às 15:51

É preciso ir com calma. Não dar um passo maior que a perna. Saúde!
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 18:18

Por vezes, temos a tentação de dar um passo maior que a perna.
Muito obrigado pela recomendação!
Boa semana com saúde e alegria.
Imagem de perfil

De Di a 10.05.2021 às 21:44

Tempos muito difíceis... muitíssimo.
Beijinhos
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 21:49

Sim! Foi o fim do império português. Mas, infelizmente, os tempos continuam muito difíceis, para muita gente.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Di a 10.05.2021 às 21:58

Do que tenho acompanhado, muito difíceis sim.
Beijinhos
Imagem de perfil

De cheia a 10.05.2021 às 23:20

Feliz resto de noite!
Beijinhos
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2021 às 21:52

Muito obrigado, Di!
Beijinhos
Imagem de perfil

De Olga Cardoso Pinto a 11.05.2021 às 10:15

Sobre a descolonização reservo-me de avançar com críticas políticas e militares (fico com as minhas vivências e opiniões), mas foi muito traumatizante para quem nasceu num país e numa realidade diferente deste que nos acolheu com muitos rostos fechados e contrariados, mesmo os de família. Parece que ainda se convive mal com migrantes, imigrantes, retornados ou refugiados.
Gostei da leitura, caro amigo Cheia, voltarei para continuar.
Tudo de bom.
Bjs
Imagem de perfil

De cheia a 11.05.2021 às 14:55

Tem toda a razão! Só quem passou por essa situação sabe o que passou. Tenho colegas e vizinhos, que vieram das antigas colónias. Uns porque foram alojados nas unidades hoteleiras, outros porque foram integrados no meu local de trabalho.
Tornámo-nos e continuamos bons amigos. Vieram dar um novo dinamismo ao país!
Muito obrigado pelas suas amáveis palavras!
Boa tarde!
Beijinhos.
Imagem de perfil

De Sandra a 12.05.2021 às 00:11

Não tenho conseguido vir aqui com a frequência que gostaria, ando a prestar assistência familiar ao meu pai, que anda em tratamentos médicos, e depois trabalho até à meia-noite... mas sinto falta de ler estes teus relatos que me.enchem a a alma e o coração! Parabéns! Adoro ler-te, de coração! Muitos beijinhos, querido José, uma boa semana, amigo meu 🌷
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2021 às 08:28

Bom dia, Sandra! Desejo boas e rápidas melhoras para o teu pai. Agradeço as tuas encorajadoras palavras.
Um feliz dia para ti! Muitos beijinhos, cara amiga.
Imagem de perfil

De jabeiteslp a 12.05.2021 às 07:43

Sofrimento
neste lapso de tempo passado José

Bom dia com alegria
que o Sporting C. P. é Campeão
e a Festa continua prá lagartada
Imagem de perfil

De cheia a 12.05.2021 às 08:22

Muito sofrimento, João!
Bom dia para vocês, com saúde e alegria, nesta Primavera bem regada.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D