Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Abrupto

por cheia, em 11.09.23

Despedida

 

O verão está a despedir-se, este ano, abruptamente

Com chuva, que é muito bem-vinda, mas a destruição, não

O clima está muito doente, como tem mostrado, por todo o lado

Tão depressa está tudo a arder, queimando o que levou anos a crescer

Como tudo engole, com a força a força da água mole

Valha-nos o sol que, mesmo quente, parece não estar tão doente

Que continua a fazer germinar a semente

A amadurecer tudo, a iluminar o dia e a alegrar a nossa mente

Com o tempo doente ou não, temos de seguir em frente

Os que conseguem sobreviver a tantas calamidades

Que destroem tudo, incluindo vilas e cidades

Que não escolhem idades, utilizando todas as brutalidades

Como que a castigar-nos pelo desrespeito pela Natureza

Que, cada vez, nos presenteia com fenómenos de maior dureza

Será que conseguiremos aprender alguma coisa com a sua clareza?

Ou contentar-nos-emos com tanta perda de riqueza

Com meio mundo a morrer de pobreza

Sem sabermos o que fazer, sem termos nenhuma certeza

Num tempo em que a inteligência artificial sabe tudo

Por que razão não lhe perguntamos como poderemos acabar com o que nos aflige:

As guerras, a fome, as doenças, a ganância, as desigualdades, as calamidades, o orgulho

Tanta coisa, tanto sofrimento, para tão pouco tempo

Aproveitemos para melhorarmos o nosso comportamento

Enquanto, ainda, estamos a tempo

Se queremos evitar maior sofrimento

Não perdendo o resto do alento.

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54


36 comentários

Imagem de perfil

De cheia a 13.09.2023 às 15:12

Muito obrigado, João!

Bom resto de dia, para vocês, com saúde e alegria.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D