Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

socieadeperfeita



Terça-feira, 18.12.18

A abstenção

Abstenção

Os Partidos não se conseguem regenerar, porque estão rodeados de claques que não os deixam abrirem-se à sociedade

Os dirigentes dos Partidos estão rodeados de um núcleo, que repele todos os que questionem ou critiquem as suas orientações

Levando a que se convençam que a razão está sempre do lada deles, ameaçando quem se lhe oponha, ao ponto de dizerem que quem se mete com eles leva

Foi assim que a abstenção foi crescendo, chegando a mais de cinquenta por cento, porque as pessoas acham que esses senhores não têm competência para os representarem

Os Partidos, em vez de tentarem inverter a situação, continuam a fazer de conta que a abstenção não tem nada a ver com os seus métodos de atuação e asfixia, dos que não se submetem ao seu círculo de bate palmas

Quando algum membro da sua agremiação tem desvios comportamentais, fazem tudo para o encobrir e defender, mesmo que o que fez não seja defensável

O eleitorado vai ficando cada vez mais revoltado, por ver que os Partidos clássicos não têm emenda, que desprezam todas as tentativas de regenerar a sua credibilidade

Até que um dia surge um salvador, as redes digitais ajudam-no a eleger, e os Partidos não sabem como perderam o poder

Não foi isso que aconteceu com o Macron?

O movimento dos coletes amarelos já fala em candidatar-se às eleições Europeias, vamos ver o que vai dar!

Muito me engano, ou os Partidos, que metem a cabeça na areia, têm os dias contados.

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:52


10 comentários

De A woman in politics a 18.12.2018 às 21:05

O poder dos partidos está no facto de estarem fechados sobre si mesmos. Isto é, escolhem quem querem e em que lugar se apresentam nas listas, favorecendo os amigos (e favores geram favores). Os círculos uninominais trariam um balão de oxigénio à nossa política, mas não vejo muita gente interessada.

De cheia a 18.12.2018 às 22:33

Mas, esse poder, pode-lhes rebentar nas mãos, de um dia para o outro, se aparecer alguém com "credibilidade" para os substituir.

De jabeiteslp a 19.12.2018 às 08:31

O decore desta malta
é só verniz e interesses
e rapar o tacho

Um bom e aprazível dia José

De cheia a 19.12.2018 às 18:02

Tiram os cursos nos jotinhas
Não sabem fazer nada
Vão subindo a escada
Até o tacho lhes cair na mão.

Um bom resto de semana

De mami a 19.12.2018 às 19:38

há uma forte transformação social... receio é que as intenções nem sempre sejam as mais puras!

De cheia a 19.12.2018 às 21:46

Muitas vezes são oportunistas, mas isso não deve impedir os Partidos de refletirem por que razão estão a aparecer estes movimentos!

De HD a 20.12.2018 às 19:35

Claramente, os partidos com menos expressão ativa vão começar a desaparecer dos radares... -.-

De cheia a 20.12.2018 às 20:47

Como já desapareceram os partidos Comunista de Espanha e França, os partidos tradicionais Italianos e Gregos.

De Zé Gato a 24.12.2018 às 16:45

Infelizmente o que existe mais na política, são "yes man", logo se vêem os resultados desastrosos para a população. Nada de conselhos para ajudar, apenas para encher o bolso.

De cheia a 26.12.2018 às 19:17

A política devia ser um trabalho exemplar e nobre, mas é uma maneira de enriquecerem em pouco tempo. Recorrem a todos os expedientes para se apoderarem do erário público.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031