Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Celebremos Agosto

por cheia, em 31.07.23

Celebremos Agosto

 

Celebremos a chegada de Agosto

Todos os anos recebemos agosto, com gosto

Um mês com um bonito rosto

Por ser o mês das férias, dos encontros e reencontros

Para a farra, todos, estamos, sempre, prontos

Cada terra recebe os seus filhos, com festas e romarias

Este, sempre, foi um país de muita emigração

Uma dura luta causada pela separação

De quem não se sujeita à pobreza da Nação

E procura noutro local um melhor pão

Mesmo que isso lhes traga tanta insatisfação

Tantas canseiras, que parece uma maldição

Sempre na esperança de um dia voltar de vez

Para a bonita casa que, na sua terra, fez

Mas dela só se goza, uma vez por ano, um mês

Alguns, erradamente, não falam com os filhos em português

Quando vêm de férias, não conseguem falar com os avós

Netos e avós sem se conseguirem entender sentem-se sós

Os filhos, normalmente, ficam onde cresceram, estudaram e casaram

Os pais ficam divididos entre ascendentes e descendentes

Depois de reformados, passam os dias de cá para lá, de lá para cá

Enlatados em autocarros apinhados, nas autoestradas da Europa

Sem condições de higiene e de descanso

Um preço demasiado alto para uma reforma mais folgada

Mas, a Europa, está, cada vez, mais integrada

Ainda, um dia, poderá ser uma grande comunidade federada

Tudo o que seja para que os povos vivam melhor e mais felizes será bem-vindo

Em vez de nos guerrearmos, vamo-nos abraçar, mas com mais igualdade!

Porque, ” toda a gente é pessoa”, ninguém é feliz, se viver rodeado de esfomeados a querem a sua casa assaltar!

  Bem-vindo Agosto!

Até para o ano, Julho!

José Silva Costa

  

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:58

Lex

por cheia, em 24.07.23

Partidos Políticos

 

 

O Ministério Público teve a ousadia de investigar os Partidos

Coisa de que se deviam orgulhar, por a justiça estar a funcionar

Mas não, ficaram muito revoltados com a desculpa de que os meios tinham sido desproporcionados

E alguns, mais exaltados, esqueceram-se que há três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, que devem ser independentes

Queriam chamar, a Procuradora Geral da República, ao Parlamento, para quê?

Mas alguém lhes disse que o melhor era não se meterem nisso

Para não deixarem a indignação cair no chão, decidiram fazer uma exposição ao Conselho Superior da Magistratura

Parece que há quem não cumpra a lei, que tem, sempre, milhentas interpretações

Mas, os Partidos Políticos têm a obrigação de a cumprirem exemplarmente!

Se não é clara, a culpa é sua, que a fizeram confusa. Então esclareçam o que houver a esclarecer, mas não se ponham em bicos de pés

Porque é muito importante que a lei seja igual para todos, doa a quem doer.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57

Apertos de mão

por cheia, em 17.07.23

Apertos de mão

 

 

Perfume quente de verão

O sol brilha e enche o coração

Encontros de amigos e apertos de mão

As férias são a mais bela missão

Vamos gozá-las com toda a atenção

Há sempre o perigo de uma má condução

Se não cumprirmos as regras, perdemos a razão

Ninguém devia andar em contramão

Julho quente, no sol transparente, na areia reluzente

É o mar refrescante, que atrai tanta gente

É no calor quente, que a praia se enche no crescente

Toda a alegria ajuda a aumentar a corrente, que a gente sente

E o vento é de todos o mais valente, que na brisa da tarde massaja a mente

É na hora da sexta, que o sol é mais quente e adormece as ondas do poente

É na explosão da germinação de uma semente, que o mundo fica mais quente

Cada nova vida traz a esperança de um mundo mais florescente

Se no mundo não houvessem guerras, nem fome, tudo seria tão diferente

Por que razão há tanta violência? Só pode ser por o mundo estar doente

Por todo o lado tanta morte, tanta destruição, quando há tanta falta de pão

Todo o dinheiro para a construção, não de casas, mas de canhões para as destruir

E, mesmo assim, o mundo continua, alegremente, a dançar e sorrir!

As crianças de tão assustadas, sem pais nem mães, não conseguem dormir

Parem com todas as guerras, seja em França, na Palestina, na Ucrânia ou no Sudão.

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:41

Ameaças e Censura

por cheia, em 11.07.23

 Os censores estão de volta.

  

 

“Vais ter de levar comigo, se acontecerem algumas coisas menos agradáveis para ti, poderei ter sido eu”: a ameaça contra Joel Neto

“Ah e só mais uma coisa: se acontecerem algumas coisas menos agradáveis para ti, poderei ter sido eu”: foi esta a mensagem enviada pelo Messenger do Facebook que levou o escritor Joel Neto a apresentar uma queixa por ameaça contra António Bulcão, chefe de Gabinete da Secretaria Regional da Educação dos Açores.

 (Expresso de 4/7/2023)

 

 O escritor Joel Neto apresentou uma queixa na justiça contra o chefe de Gabinete da secretária regional da Educação dos Açores. Em causa, estão insultos e ameaças escritas enviadas ao escritor que diz temer pela sua segurança e da família.

A história de Jénifer ou a Princesa da França traça um retrato da pobreza nos Açores. O livro e as opiniões públicas de Joel Neto terão sido o gatilho para o que chegou às mãos e aos olhos do escritor açoriano.

Na queixa, consultada pela SIC, entregue no Departamento de Investigação e Ação Penal de Angra do Heroísmo, Joel Neto diz recear pela sua segurança e da sua família à conta de "uma série de mensagens hostis" com uma "longa lista de acusações e insultos, concretizada com um ameaça expressa".

Para além disso, escreve que a denúncia serve também para "defender o exercício da opinião livre nos Açores".

À SIC, o escritor confirma a queixa, mas prefere não comentar o caso.

Tentámos contactar António Bulcão, chefe de Gabinete de Sofia Ribeiro, mas sem sucesso e a Secretaria Regional da Educação e dos Assuntos Culturais também recusou qualquer declaração sobre o caso.

Fonte do gabinete avança à SIC que não prevê substituir o chefe de gabinete alvo da denúncia na justiça.

(Sic Notícias 4/7/2023)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57

No Reino da República

por cheia, em 10.07.23

Image

Dom Costa I

Cansado da canícula sentida em Lisboa, cercado pela comunicação social por causa da décima terceira demissão, no seu Governo, por suspeitas de corrupção, decidiu convocar um conselho de Ministros, para o Palácio de Monserrate

Situado na bela, fresca e romântica Serra de Sintra, projetado pelos arquitetos Thomas James Knowles (pai e filho) é o local perfeito para os políticos se embrenharem e desaparecerem dos radares da comunicação social

Com um fantástico parque romântico criado por William Beckford, é ideal para se apanhar sol, tão importante para a saúde, como a Covid veio confirmar, por causa da vitamina D, o Governante disse aos seus Ministros que seria uma reunião informal, e que poderiam levar o fato de banho para desfrutarem da mais bela reflexão e inspiração

Há mais de um ano que tanto procuram a inspiração para uma boa governação, mas as Musas não querem nada com eles. Têm sido demissões, umas atrás das outras, sem fim à vista

A última esperança era a Serra de Sintra, sempre tão generosa para com tantos artistas, o futuro dirá se os políticos merecem a mesma atenção

Quem não gostou nada da requisição, por parte dos Governantes, do famoso Palácio e dos edílicos jardins, para o dia 8/7/2023, foram os turistas, que tinham planeado passar um dia fresquinho, naquele paraíso, e que sem qualquer aviso prévio, bateram com o nariz na porta.

 

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57

Lua do Trovão

por cheia, em 04.07.23

Lua cheia

 

Primeira super lua cheia, deste ano

Maior que o normal

Lua do Trovão

Aproveitem e vibrem com este clarão

É preciso não desperdiçar esta ocasião

De olhar para a lua cheia com toda a paixão

Namorar a lua tem muito de emoção

É como querer alcançar uma coisa, onde não chega a mão

Tem muito de sonhos e de ilusão

Quem é que não gosta de viver na lua

Tirar os pés do chão!

Quem não conseguir admirar esta

Tem outra super lua a 1 de agosto

A Lua do Esturjão.

José Silva Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:01

Lua do Trovão

por cheia, em 04.07.23

Lua cheia

 

Primeira super lua cheia, deste ano

Maior que o normal

Lua do Trovão

Aproveitem e vibrem com este clarão

É preciso não desperdiçar esta ocasião

olhem para a lua cheia com toda a paixão

Namorar a lua tem muito de emoção

É como querer alcançar uma coisa, onde não chega a mão

Tem muito de sonhos e de ilusão

Quem é que não gosta de viver na lua

Tirar os pés do chão!

Quem não conseguir admirar esta

Tem outra super lua a 1 de agosto

A Lua do Esturjão.

 

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:39

Ilusões

por cheia, em 03.07.23

O Ilusionista

 

Este mês vamos receber mais dinheiro! Não, não houve aumentos de ordenados nem baixa de impostos, porque isso mexia nos cofres do Estado

Com um passo de magia, o ilusionista mexeu nos escalões do IRS, para nos causar a ilusão de  que ganhamos mais

Em vez de tomar medidas de fundo, para reduzir as desigualdades, vai dando esmolas

125€+50, por cada filho, mais de duzentos mil não receberam nada, por não terem IBAN

Meia pensão para todos os reformados, com algumas exceções, sejam qual forem os valores das pensões, porque os reformados não podem ser beliscados, são a sua maior base de apoio

Uma contribuição para aumentar a inflação e o fosso entre pobres e ricos

Os agricultores também foram contemplados, exigindo-lhes que se candidatassem pela internet, como muitos não dominam essa tecnologia, alguns desistiram, iam pagar, a quem lhes fizesse esse trabalho, mais do que aquilo que receberiam

A Ministra da Agricultura disse que 5.000 ainda não receberam as ajudas, porque ainda não atualizaram o IBAN

Gostava de lhe perguntar como é que se atualiza uma coisa que não existe

O mesmo está a acontecer com alguns inquilinos, que também não têm IBAN

A lei das ajudas aos inquilinos não passou no Ministério das Finanças, que a regulamentou, retirando-lhe o essencial, não passou de mais uma ilusão!

Para os mais carenciados 30€ por mês, pagos de tês em três meses, mas têm de ter IBAN

Quase metade das Freguesias, 1.300, não têm um terminal multibanco, no litoral e nas grandes cidades temos um, em cada esquina

Não basta criar o Ministério da Coesão, é preciso fazer leis, para que não haja cidadãos de primeira e de segunda

Não aprova medidas estruturais, apenas, umas pequenas esmolas, porque para o ano há eleições

Diz que a inflação em Portugal está no dobro da de Espanha, porque em Portugal começou a subir mais tarde

Não admite que a causa está na falta de políticas adequadas, nas suas políticas erradas

Com um ilusionista, com maioria absoluta, bem podemos barafustar, que ele não sai da sua arrogância.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D