Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

socieadeperfeita



Quinta-feira, 19.07.18

Verdes anos

No perfume e brilho dos primeiros dezoito anos, vividos

Todas as ambições e sonhos são permitidos

O Mundo é pequeno, para todos os ímpetos dos sentidos

Tudo parece eterno, quando, afinal, tudo é curto, fogaz, sem desmentidos

 

É o tempo de colher todo o vigor dos verdes anos

De construir castelos feitos de sonhos

De apanhar as nuvens e viver em todos os planos

Como se todos fossemos humanos

 

Adolescência, maior de idade, vaidade, a mais bonita idade

Tudo translucido e colorido sem adversidade

Na beleza da auria que circunda a longevidade

De um tempo sem limites, cheio de ansiedade

 

Um tempo promissor, cheio de luz, cor e furor

Em que em tudo empenhamos o nosso ardor

Como se estivéssemos a regar uma flor

Cujo crescimento vai depender da sorte e do amor.

 

 

 

 

José Silva Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 21:52


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031