Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

socieadeperfeita


Quinta-feira, 14.02.19

O amor

Dia dos namorados

Dia de todos os encantados

Com aquela, ou aquele que escolheram para partilhar o coração

Para os bons e maus momentos

Um dia para comemorar o melhor que temos: o amor

Uma flor para dar a todos, e em qualquer momento

A todas e todos sem exceção

A palavra de toda a atenção

A palavra que todos trazem na mão e nos lábios

Um aperto de mão, ou um beijo

Um cumprimento universal

De admiração, de boas-vindas, de fraternidade

Uma manifestação de apreço

Mas, quando todo o corpo participa nessa manifestação

Pode ser sinal de que poderá ter sido encontrada, a metade que lhe faltava.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 08:22

Sexta-feira, 08.02.19

Enfermeiros

O CARTEL DOS ENFERMEIROS_ __

___O que tem sido apresentado à opinião pública como uma greve 
decretada pelos sindicatos de enfermeiros pode ter outras leituras. Os 
profissionais de enfermagem tanto podem ser vistos como assalariados 
ou como empresários.___

___É que alguns (muitos? poucos?) são assalariados no serviço público 
e simultaneamente são empresários no privado, uns a título individual, 
outros como patrões de empresas prestadoras de serviços, outros ainda 
são assalariados no público e no privado.___

___Assalariados no público e no privado, assalariados no público e 
patrões no privado, empresários de sociedades anónimas e a título 
individual, no entanto todos se apresentam perante a opinião pública 
acolhidos debaixo do manto protector e facilitador de obtenção de 
reconhecimento público de “sindicatos” e todos invocam as leis do 
trabalho para justificarem ao “patrão” Estado as suas reivindicações 
de trabalhadores, de explorados pelo capital! Já quanto ao sector 
privado, onde são patrões, não há revindicações! Claro.___

___Ora, estes “sindicatos” onde se reúnem os interesses de patrões e 
assalariados são típicos do corporativismo! Portugal foi um Estado 
corporativo até ao 25 de Abril de 74. A contrapartida da 
consensualização de interesses do trabalho e do capital, arbitrada 
pelo Estado, é a renúncia à greve ou a sua proibição.___

___Estas corporações, de facto, sob a máscara de sindicatos, 
aproveitam-se do estatuto da greve enquanto trabalhadores para obterem 
lucros patronais! É o dois em um. A Ivone Silva fez uma rábula numa 
revista em que jogava com esta ambiguidade: segundo as conveniências 
de umas vezes Olívia Patroa e de outra Olívia Costureira. É esta 
rábula hipócrita e oportunista que os sindicatos de enfermeiros estão 
a representar, mas uma rábula macabra, que joga com a saúde e a vida 
dos cidadãos.___

___No presente, esta organização corporativa de patrões e assalariados 
na área da prestação de serviços de enfermagem, que até tem um fundo 
de maneio de origem anónima (talvez os enfermeiros patrões saibam 
alguma coisa) apresenta-se ao maior patrão, o Estado (os 
contribuintes), aquele que paga a base fixa e segura dos seus 
rendimentos, com a máscara dolorosa dos assalariados reunidos em 
sindicato para defenderem as suas justas revindicações, 
constitucionalmente garantidas a trabalhadores por conta de outrem. 
Chama-se a isto mamar em todas as tetas. É legítimo? É merecedor de 
consideração e respeito?___

___Vistos como empresários, os enfermeiros estão a agir em cartel. 
Sendo que “Cartel é um acordo explícito ou implícito entre empresas 
para fixação de preços ou cotas de produção, divisão de clientes e de 
mercados, de atuação coordenada entre os participantes para aumentar 
os preços dos produtos, obtendo maiores lucros, em prejuízo do 
bem-estar do consumidor.”___

___A dita “greve” dos ditos “sindicatos” corresponde a esta definição 
de cartel. E até à de cambão: isto é, a acção concertada para obterem 
a compra de determinados bens ao preço definido entre os elementos do 
cambão.___

___Não me parece que um governo, independentemente da sua matriz 
ideológica, deva aceitar negócios propostos por um cartel ou por um 
grupo de empresários que acertaram entre si um cambão. E toda esta 
mistificação sob o manto nada diáfano de sindicatos e de sagrados 
direitos… Isto, mesmo sem considerar que se trata de um bem essencial, 
a saúde e a vida dos cidadãos.  ___

___ NB:- Os enfermeiros exigem: Reforma aos 57 anos e um aumento de 
400€. Recorde-se que o vencimento na função pública é de: Mínimo de 1 
201€ e máximo de 3 364€ e a carga horária 35 horas/semana.___

___         Os enfermeiros negociaram contrato de trabalho no privado 
(boletim do M. trabalho nº. 26/2018), com as seguintes condições: 
Vencimento mínimo 985€; vencimento máximo 1 720€ e carga horária 40 
horas/semanais___

___Obviamente, nota-se uma diferença entre uma entidade (pública) e a 
outra (privada)! Pergunta-se: Porque será, num sector (público) onde 
têm melhor salário e menos carga horária promovem greve e no privado 
não?___

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 20:13

Domingo, 03.02.19

No reino maravilhoso do futebol

No maravilhoso reino do futebol

No princípio do século XXI

Depois do susto do mundo acabar

Os Governantes, tal como hoje, só queriam era festejar

Encheram o Estádio do Jamor de pessoas, a gritar

Deslumbrados com a conquista de, o euro 2004, realizar

Mandaram, todas as bandeiras, desfraldar

Os mais famosos arquitetos foram mandados, os estádios, desenhar

Nada de orçamentos, apontamentos ou outros constrangimentos

Era preciso mostrar ao Mundo, onde é o reino do futebol

Dez estádios novos foram mandados fazer

Sem quaisquer critérios de localização, acolhedores em dias de nevão, onde houvesse população, qual os custos de manutenção

Os doentes da bola ficaram todos contentes

De norte a sul todos foram contemplados

Alguns, com poucos jogos realizados, parecem ter os dias contados

Quase vinte anos depois, continuamos a pagá-los

Algumas Câmaras têm-se visto em palpos de aranha

A Câmara Municipal de Braga viu penhoradas as suas contas bancárias

Porque ainda deve 3,8 milhões à construtora do estádio

Que rico investimento!

Assim fosse, o que fizemos com os comboios usados, que andam a perder os motores!

Pior que ser pobre, é desperdiçar o que temos.

José Silva Costa  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 18:38

Quinta-feira, 31.01.19

Bolsos

Dividendos

As empresas portuguesas, cotadas na bolsa, são muito generosas para com os seus acionistas, pagando dividendos, muito acima da média europeia.

Melhor que as empresas portuguesas, só mesmo as suas congéneres russas!

Mas, nada que chegue aos CTT, cuja administração aprovou a distribuição de dividendos no montante do dobro dos lucros!

Não sei onde foram buscar o dinheiro, mas isso também não interessa

CGD e CTT

Hoje, já todos dizem que houve má gestão na CGD, o que fez com que as notas tivessem voado dos cofres, para alguns bolsos

Quanto aos CTT, as notas terão tido outra origem, o riquíssimo património de uma empresa de cinco séculos que, ao longo de tantos anos, foi acumulando um património imobiliário de valor incalculável, distribuído pelos locais mais emblemáticos das nossas cidades e vilas

Não sei se, aquando da venda dos CTT, os palácios, palacetes e outros edifícios foram devidamente avaliados, o que tem acontecido é que os seus acionistas têm recebido bons dividendos, enquanto o serviço se degrada

Há quem queira reverter a privatização dos CTT, mas receio que revertam os prejuízos, porque nessa altura já não haverá mais nada para reverter, para mais uma vez os contribuintes pagarem, como aconteceu com a Caixa Geral de Depósitos

Enfim, é tudo uma questão de má ou boa gestão!

José Silva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:50

Sábado, 26.01.19

O étimo Macedónia

Dar as mãos

Atenas e Skopje acabaram com a disputa, de vinte e sete anos, sobre o étimo Macedónia

O acordo de Prespa foi uma grande vitória dos primeiros-ministros dos dois países

Na Grécia houve manifestações contra o acordo, mas o Parlamento Grego aprovou-o

Quando os países dão as mãos, em vez de se guerrearem, é de aplaudir

Infelizmente, ainda há alguns Governantes, que conseguem iludir os seus concidadãos, com promessas utópicas, fazendo com que votem a saída de uma comunidade, que trouxe benefícios, para todos, como aconteceu no Reino Unido

Os egoísmos, nacionalismos, saudosismos, de tempos que não voltam mais, propagados por extremismos, tanto de direita como de esquerda, estão a por em causa a coesão de uma Europa, que se queria unida e forte, para fazer frente à globalização e outros perigos que ameaçam o Continente

Se quase duas dezenas de países abdicaram das suas moedas, para a implementação de uma moeda única, e antes tinham aberto as fronteiras, para pudermos circular sem barreiras, nem fronteiras, será utopia, pedir uma Federação de Nações da Europa!

Formosa e bela Europa, como seria uma exemplar lição, ver todos os teus povos, unidos, na sua diversidade, dando as mãos!

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:56

Segunda-feira, 21.01.19

Novas empresas

Novas tecnologias

Para quem dizia, que as novas tecnologias iriam beneficiar os trabalhadores

O tempo mostrou o contrário

Só os acionistas beneficiaram

Os trabalhadores, ficaram, aos empregos, mais amarrados

Levando, para casa, o trabalho

Ficando, assim, vinte e quatro horas de serviço, por dia

Mesmo dentro das empresas, nasceram novas prisões

Por tudo e por nada, muitas reuniões

Objetivos, que são ilusões

Em conjunto: ginásio, sauna, refeições

Muitas palavrinhas, cor-de-rosa, de incentivações

E, a família a sofrer as privações

De quem está sempre de serviço, não lhe podendo dar atenções

A inteligência artificial não para de aumentar

Querendo chegar ao ponto de nos suplantar

E, eu gosto de a ver a avançar

Pena é, que não seja para, a natural, beneficiar

Acabou-se o tempo e a tranquilidade

Em que o mesmo emprego era para toda a vida

Hoje, está tudo sempre a mudar

Temos de estar preparados para, as mudanças, acompanhar

O que nos provoca um grande stresse

Porque nunca sabemos o que no dia seguinte vai acontecer

A indústria automóvel está numa grande encruzilhada

Ninguém sabe o que fazer, o que se vai vender

Os motores a gasóleo estão a morrer

O que é que vai sobreviver: os motores a gasolina ou os elétricos!

Quando não precisarmos de conduzi-los, vamos continuar a compra-los ou a aluga-los!

Milhares de postos de trabalho já estão em risco

E, por isso, preocupado, fico.

José Silva Costa

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:42

Terça-feira, 15.01.19

Touradas e futebol

Touradas e Futebol

Nas touradas, os bois são encaminhados, para os curros, pelos campinos

No futebol, os adeptos são escoltados, pelas forças de segurança, porque não sabem o caminho, para os estádios

Os profissionais do terror continuam a acoitar-se nas bandeiras do futebol

Como aconteceu, no jogo entre o Santa-Clara e o Benfica

Onde, cerca de meia-centena de adeptos do Benfica semearam o terror

Deve ser para tentar suavizar as guerras entre adeptos de futebol, que o Presidente da RTP, estação, que somos obrigados a financiar, através da fatura da eletricidade, fez um acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, com o pretexto de promover o futebol

Como se o futebol não fosse a coisa mais promovida, por todas as estações de televisão!

Em vez de programas para entreter, promovem espetáculos para embrutecer

Vai estrear uma série de quatro programas, sobre a escravatura, no horário nobre da meia-noite!

Deve ser só para seniores de mais de setenta anos, que tenham insónias, porque os no ativo, de manhã, têm de ir trabalhar

Há muitas maneiras de censura!

Não é só a da Porto Editora

A RTP usa o horário, como aconteceu com a contra informação

Mudaram-na para um horário em que ninguém a via

Daí até acabar, foi um passo

Deem futebol, vinte e quatro horas, por dia, até o povo não mais aguentar!

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 20:39

Sexta-feira, 11.01.19

Branco

Frio

Um frio seco cortante

Mais branco que diamante

Deixa-nos num incómodo constante

Gela-nos como morte galopante

Não creio que tenha amante

Porque ninguém gosta de uma companhia tão deselegante

Pronto a gelar tudo num instante

A mandar, para o hospital, um montante

Para matar alguma bicharada é importante

Funciona como um bom desinfetante

Para a planta do trigo é radiante

Faz com que a raiz seja pujante

Não gosta do elefante

Tem um poder muito refrescante

Para uns, dignificante

Para outros muito irritante.

 

José Silva Costa

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 20:38

Sábado, 05.01.19

Lixo na TV

Liberdade

Liberdade, quem a tem chama-lhe sua

Mas, há quem a tenha, e ande na lua

Até há quem a queira atirar para a rua

Experimentar o que é viver em ditadura

Não poder abrir a boca, na rua

Ler, ouvir e ver, só, o purificado pela censura

Embebedados por slogans com falsos conteúdos:

Vamos voltar a ser grandes, Portugal para os portugueses ………

Foi com esses chavões, que os ingleses se deixaram enganar

Agora, não sabem para onde se virar

Só em liberdade, poderemos, por um Mundo melhor, lutar.

José Silva Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 19:42

Segunda-feira, 31.12.18

Últimos, segundos

Últimos, segundos

Vamos lá queimar os últimos segundos

Gastar os euros supérfluos

Que aos serviços públicos conseguiram cativar

E, que se ficarem para o ano, se podem estragar

Que fogo tão bonito para nos fazer vibrar!

Lágrimas a caírem do céu, e o seu rebentar

E nós todos a cantar

Na maior bebedeira coletiva

O álcool é que purifica

Estamos no novo ano, tão felizes e contentes

Queimámos todos os excedentes

Nunca mais nos esqueceremos do Terreiro do Paço

Nem de todos os outros espaços

Onde confraternizámos e festejámos

Todos os nossos sucessos

Naqueles felicíssimos momentos nada nos faltou

Fomos todos abastados

Heróis, mas cansados

Vivam as bebedeiras coletivas

Que nos conseguem trazer tantos momentos de felicidade

Que não há queima de euros que não seja bem recebida e aplaudida

Fazendo-nos esquecer todas as dificuldades diárias

Viva 2019!

José Silva Costa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cheia às 17:50


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728