Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

socieadeperfeita



Domingo, 21.05.17

Catarina Eufémia

Catarina Eufémia

 

O Mundo chorou

A tua brutal morte

Para espantares a fome

Arriscaste a sorte

Num tempo em que não se podia falar

Quanto mais reclamar!

Querias pão para os filhos sustentar

Como suportar

Ver os filhos de fome definhar?

O Alentejo não esquecerá

O triste dia, em que quem pedia, morria

A bruta força, não sabia, dialogar!

Queria, a todo o custo, a revolta, acabar

Cegos de ódio

Nem o facto de levares um filho ao colo e outro no ventre

Lhes fez, o coração, amolecer

Não! Nunca poderemos esquecer

O teu exemplo

Mulher, mãe, que apenas, trabalho, pedia

Porque não suportava a gritaria, que a fome fazia

Numa planície escaldante

Sem água, sem pão, sem fonte

Não foi em vão que deste o teu sangue, pelo Monte

Queriam calar-te!

Mas todos os dias, todos os anos, todos os séculos te vamos recordar

Nunca deixaremos de gritar: trabalho, pão, paz, para os filhos criar.

 

José Silva Costa

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por cheia às 21:58


11 comentários

De jabeiteslp a 22.05.2017 às 08:13

Boa Semana José
que a vida são dois dias
e com sorte
muitas alegrias...
No caso, fica a memória.

De cheia a 22.05.2017 às 20:15

Uma boa semana também para ti. É como dizes, a vida são dois dias e o carnaval são três!

De Chic'Ana a 22.05.2017 às 10:57

Ficará para sempre a lembrança de alguém lutador e persistente!
Beijinhos

De cheia a 22.05.2017 às 20:12

Sim. Espero que seja sempre lembrada.

De HD a 22.05.2017 às 23:16

Linda homenagem a uma heroína de Portugal :)

De cheia a 23.05.2017 às 23:12

Uma mulher que foi baleada sem dó nem piedade.

De HD a 23.05.2017 às 23:15

Cobardemente!

De cheia a 24.05.2017 às 20:12

Como fazem, sempre, os ditadores.

De Aninhas a 24.05.2017 às 21:53

Gostei do k li, e sim será sempre lembrada, e devia fazer parte da HISTÓRIA de Portugal! Prq com o tempo, a nova geração esquece, os do meu tempo ainda vão lembrando! Eu sou da terra de CATARINA, já não vivo lá há mtos anos, já nasci depois! Mas lembro-me dos meus pais falarem mto baixinho, prq tinham medo de alguém ouvir e denunciar! Vivia td com medo, qdo viamos um GNR até deixamos de respirar, mesmo nós crianças, tínhamos medo k nos levassem! Eu sai de lá com 11anos,claro com os meus pais, fomos pra cidade onde ainda vivo, à procura de uma vida melhor, e k se respira-se tb melhor!

De cheia a 24.05.2017 às 22:25

Ela faz parte da História de Portugal, e foi imortalizada, pelo grande José Afonso.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031